02:52 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia

    Poroshenko se esconde dos ucranianos e 'tem suas razões para fazer isso'

    © Foto / Serviço de imprensa do presidente da Ucrânia
    Europa
    URL curta
    2130
    Nos siga no

    Durante os últimos dois meses, o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, quase não apareceu publicamente e reduziu bruscamente o número de contatos internacionais, informou o jornal ucraniano Vesti.

    Em setembro, no site do líder ucraniano foram publicadas 125 notícias sobre as suas atividades, destacou o jornal. Entre as mais marcantes, destaca-se a visita a Israel e sua participação na sessão da Assembleia Geral da ONU, realizada em Nova York. Além disso, Poroshenko trabalhou ativamente dentro do país – realizou reunião sobre segurança e especificou os recursos de defesa para 2017, destacou o jornal Vesti.

    Diferentemente, em dezembro, foram publicadas apenas 93 notícias – um terço delas refere-se às atividades militares no Leste da Ucrânia. Neste período, Poroshenko praticamente não apareceu no espaço de informações internacional. No fim do ano passado, ele se encontrou com os presidentes da Lituânia e Polônia. Já com líderes de outras nações, apenas ligações telefônicas.

    Além disso, segundo analistas ucranianos, o líder do país também está evitando declarações violentas e se recusa comentar eventos escandalosos, deixando sua administração e o primeiro-ministro, Vladimir Groisman, encarregados dessa difícil tarefa.

    "Poroshenko está ignorando as principais regras do espaço informacional", acredita a especialista Anna Bykova. "A tentativa de abandoná-lo é perigosa, pois há assuntos que exigem comentários da primeira pessoa [do Estado]", notou.

    Em dezembro, o presidente ucraniano não chegou a dar coletiva de imprensa tradicional, onde são destacados os resultados do ano. Este evento é mais demonstrativo e não implica em qualquer surpresa desagradável. No entanto, Poroshenko tem suas razões para evitar encontros com jornalistas, opinou o cientista político Nikolai Spiridonov.

    Entre as razões do "desaparecimento" do líder ucraniano o especialista indica "uma drástica queda da sua popularidade, desilusão do eleitorado e falta de notícias positivas".

    Spiridonov sublinhou que, no ano passado, Poroshenko fazia visitas até mesmo a cerimônias de inauguração de jardins de infância, onde não é necessária a presença do presidente do país.

    Mais:

    Como vice-presidentes dos EUA influenciam na política de Washington sobre a Ucrânia?
    Ucrânia realizará inspeção militar em território russo
    Ucrânia realiza de novo treinamentos militares perto da Crimeia
    Deputado ucraniano: exército da Ucrânia realizará seu desfile no centro de Moscou
    Tags:
    público, líder, rating, popularidade, Pyotr Poroshenko, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar