04:57 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Estudantes em Cuba acendem velas em memória do líder revolucionário, Fidel Castro

    Ministro francês das Relações Exteriores chama Fidel Castro de 'ditador'

    © AFP 2019 / Yamil LAGE
    Europa
    URL curta
    2243
    Nos siga no

    Chanceler endureceu as críticas ao ex-líder cubano, uma semana depois da colega que administra a pasta de Meio Ambiente se referir positivamente a Fidel como "monumento da história".

    O ministro francês de Relações Exteriores, Jean-Marc Ayrault, chamou o ex-líder cubano Fidel Castro de "claramente um ditador" que "violou os direitos humanos", dois dias depois de polêmicas declarações da ministra francesa do Meio Ambiente, Ségolène Royal, sobre a situação na ilha ao chamá-lo positivamente de "monumento da história".

    Fidel Castro "violou os direitos humanos e a França jamais foi tolerante com a violação das liberdades e da democracia", enfatizou o ministro de Relações Exteriores durante uma visita a Lille, ao norte do país. "Se me perguntam se Fidel Castro era um democrata, evidentemente não era o caso, era um ditador (…) isso está claro […] Ele trouxe uma esperança em certo momento, mas também simbolizou o contrário do que nós pensamos e esperamos" no que se refere aos direitos humanos", afirmou Ayrault.

    O ministro, porém, disse ainda que a França nunca foi a favor do embargo norte-americano à ilha cubana e que espera que o povo de lá seja capaz de desenvolver-se, recuperar a democracia e a liberdade,

    Mais:

    Cinzas de Fidel Castro chegam ao berço da Revolução Cubana
    Exclusiva – Frei Betto: 'Meu amigo Fidel Castro'
    Lula e Dilma vão a Cuba homenagear Fidel Castro
    Kim Jong-un se despede de Fidel
    Cuba prende artista dissidente por ter celebrado morte de Fidel
    Tags:
    Fidel Castro, Ségolène Royal, Jean-Marc Ayrault, Cuba, França, Lille
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar