18:48 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Personagem Pikachu do Pokémon

    Por que a Holanda vai processar os fabricantes do Pokémon Go

    © REUTERS/ Kim Kyung-Hoon
    Europa
    URL curta
    13138

    As autoridades holandesas estão levando para o tribunal a empresa de softwares Niantic, fabricante norte-americana do Pokémon Go, após uma série de incidentes envolvendo hordas de fãs do game no país.

    Desde que o jogo foi lançado na Holanda, milhares de caçadores de pokémons têm se aglomerado nas vastas praias varridas pelo vento de Kijkduin, sul de Haia, onde centenas dos mais populares monstrinhos do desenho animado se espalham diariamente. (O aplicativo de smartphone usa posições de satélite, gráficos e capacidades da câmera do telefone para projetar os pokémons nos cenários do mundo real). 

    ​O problema é que a inundação de jogadores ameaça a integridade das dunas protegidas que cercam as praias do pequeno vilarejo. As autoridades locais, que, sem sucesso, têm tentado entrar em contato com os desenvolvedores do Pokémon Go desde agosto, agora "querem proibir esses pequenos animais virtuais em áreas protegidas e nas ruas das 23h às 7h", segundo informou o município em um comunicado citado pela RT.

    O caso será ouvido perante um tribunal em Haia em 11 de outubro.

    Mais:

    Pokémon GO causa a morte de mulher no Japão
    Crianças sírias jogam Pokémon Go para escapar a uma realidade terrível (VÍDEO)
    Pokémon No: astronautas preferem ter seu tempo livre
    Internet vai à loucura no primeiro dia de Pokémon GO no Brasil; veja as melhores reações
    Tags:
    áreas protegidas, justiça, tribunal, praias, caçadores, Pokémon Go, Niantic, Kijkduin, Haia, Holanda
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik