12:57 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    051
    Nos siga no

    Ministro das Relações Exteriores de Luxemburgo, Jean Asselborn, incentiva o afastamento da Hungria da União Europeia, acrescentando que a política húngara contradiz os valores do bloco, comunica o jornal Die Welt.

    "Não podemos aceitar a violação dos valores primordiais da União Europeia. Países, como a Hungria, que estão construindo barreiras contra refugiados, limitam a liberdade de imprensa e independência do poder judicial, devem ser expulsos da União Europeia temporariamente ou para sempre", acrescentou político em entrevista ao jornal Die Welt

    Segundo Asselborn, a política da Hungria com relação aos imigrantes é perigosa. Daqui a um tempo o país vai "começar a fuzilar refugiados" que tentarem atravessar as barreiras na fronteira, acrescenta.

    ​Ministro das Relações Exteriores de Luxemburgo acrescentou que se a decisão de integração da Hungria à União Europeia tivesse sido tomada nos dias atuais, o país não teria chance alguma. 

    ​No final de agosto, autoridades da Hungria comunicaram sobre a intenção de construir cercas na fronteira com a Sérvia, afirmando que isso iria ajudar a conter o fluxo incontrolado de refugiados. 

    Mais:

    Hungria reduzirá espaço e subsídios para refugiados
    Hungria fecha fronteira com a Croácia para conter fluxo de imigrantes
    Tags:
    UE, Hungria, Luxemburgo, União Europeia, refugiados, política, imigrantes, fronteira, lei, crítica, opinião, violação, controle, valores, cerca
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar