02:59 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Máscara usada pelos manifestantes durante o protesto na capital estoniana Tallinn

    Estônia faz passeata contra instalação de material militar dos EUA

    © Sputnik / Vladimir Pesnya
    Europa
    URL curta
    13171

    No sábado (10), na capital estoniana Tallinn se realizou uma marcha de protesto contra o posicionamento de material militar dos EUA nos países da Europa Oriental.

    Segundo os organizadores da chamada "Marcha pela paz", essa ação civil visa atrair a atenção dos estonianos e residentes europeus para a "militarização anormal implantada pelo governo local por ordem dos EUA".

    Algumas dezenas de pessoas participaram do evento. Muita gente segurava cartazes com palavras em russo, estoniano e inglês: "Devemos fazer amizade com os vizinhos e não a guerra!", "Política externa da Finlândia é exemplo para nós", "Estônia não é colônia dos EUA" e "Parem OTAN", informa a agência RIA Novosti.

    Os participantes da ação se reuniram no parque Shnelli, em frente da Estação Ferroviária do Báltico, e marcharam pelas ruas até ao edifício do parlamento em pleno centro da capital, onde foi realizado o comício de protesto. Segundo a polícia, a ação decorreu tranquilamente.

    No dia 8 de setembro a Secretaria de Segurança Diplomática do Departamento de Estado dos EUA advertiu sobre a possibilidade de uma ação dirigida contra a OTAN na capital estoniana, pedindo aos cidadãos americanos e funcionários da Embaixada norte-americana para tomarem cuidado.

    Mais:

    Estônia já não precisa de aviões militares oferecidos pelos EUA
    EUA deslocam 8 aviões de assalto A-10 Thunderbolt à Estônia
    Estônia chefiará Conselho Europeu no lugar da Grã-Bretanha
    Tags:
    marcha, comício, embaixada, militarização, protesto, Ria Novosti, OTAN, Finlândia, EUA, Tallinn, Estônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar