17:01 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia

    Descubra que país europeu perdoa nazistas

    © AFP 2017/ JOEL SAGET
    Europa
    URL curta
    1205

    Moscou está preocupado com as tentativas da Ucrânia de exonerar nazistas e com a realização de campanha contra monumentos soviéticos implantados em vários países europeus, disse o Ministério das Relações Exteriores russo.

    "Abertamente são propagados valores e ideias nazistas por nacionalistas radicais. A situação na Ucrânia é particularmente preocupante, onde, de fato, criminosos nazistas são exonerados. Isso não só ofende a memória de milhares de vítimas, mas também ameaça os princípios fundamentais da democracia e dos direitos humanos", disse em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores russo, divulgado na quinta-feira (25).

    Também foi ressaltado pelo ministério que o objetivo de tais ações, por parte de alguns países europeus, é incitar o ódio entre os povos da Europa. Diplomatas russos também condenaram os atos de vandalismo realizados nos monumentos aos cidadãos soviéticos que morreram na guerra contra o nazismo. Os monumentos são destruídos em vários países, em particular na Polônia.

    O Ministério do Exterior russo frisou que os líderes da União Europeia muitas vezes, em suas declarações, tentam igualar a Alemanha nazista, país agressor, à União Soviética, país libertador do nazismo na Europa.

    "Parece que os chefes da União Europeia não aprenderam as principais lições da Segunda Guerra Mundial", concluiu o Ministério das Relações Exteriores russo.

    Mais:

    Poroshenko acusa Putin de querer dominar toda a Ucrânia
    Obama: EUA continuarão apoiando a Ucrânia
    Diplomata nem sabe como é a bandeira da Ucrânia
    Tags:
    nacionalismo, Polônia, Europa, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik