21:36 22 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    0 110
    Nos siga no

    A surfista Katherine Díaz Hernández, que buscava uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio pela seleção de El Salvador, morreu nesta sexta-feira (19) após ser atingida por um raio enquanto treinava em uma praia do país centro-americano.

    De acordo com a publicação local elsalvador.com, a atleta realizava uma sessão de treinos de surfe no turno da tarde na praia de El Tunco, situada a pouco mais de 30 quilômetros da capital San Salvador, quando foi surpreendida por uma tempestade elétrica.

    Segundo os relatos de testemunhas, a atleta foi atingida de forma fulminante no fim da tarde de sexta-feira (19), quando estava prestes a entrar na água. Algumas pessoas que estavam no local chegaram a prestar os primeiros socorros a Katherine, mas ela não resistiu e faleceu no caminho para o hospital. 

    Morre a surfista salvadorenha Katherine Díaz Hernández ao ser atingida por um raio durante treinamento na praia de El Tunco, em La Libertad.

    O falecimento da atleta foi confirmado pelo presidente do Instituto Nacional de Esportes de El Salvador (INDES, na sigla em espanhol), Yamil Bukele, que ofereceu suas condolências aos familiares.

    Acabo de saber do falecimento da surfista salvadorenha Katherine Díaz. Lamento muito esta morte e me solidarizo com a dor de sua família. Um abraço solidário.

    Katherine tinha 22 anos e fazia parte da seleção nacional que está se preparando para os Jogos Mundiais da Associação Internacional de Surfe (ISA, na sigla em inglês), que acontecerão em maio, em El Salvador, e darão 12 vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

    Mais:

    Presidente do COI descarta adiar Jogos Olímpicos novamente: 'Não há plano B'
    Britânico teria quebrado recorde de brasileiro surfando onda gigante em Portugal (VÍDEO)
    Ônibus cai em precipício e deixa ao menos 6 mortos e 33 feridos em El Salvador (VÍDEO)
    Tags:
    raio, tempestade, surfe, Jogos Olímpicos, El Salvador
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar