15:12 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    O técnico da seleção brasileira de futebol, Tite, fala em coletiva um dia antes do amistoso contra Rússia, em 22 de março de 2018

    Sai a lista de convocados da seleção brasileira para a Copa na Rússia

    © Sputnik / Anton Denisov
    Esportes
    URL curta
    1309

    O treinador Tite oficializou a lista de convocados da seleção brasileira para a Copa do Mundo da Rússia de 2018.

    Goleiros: Alisson, Ederson e Cássio 

    Zaga: Marquinhos, Miranda, Thiago Silva e Pedro Geromel 

    Laterais: Danilo, Fagner, Marcelo e Filipe Luís

    Meio campo: Renato Augusto, Casemiro, Paulinho, Fernandinho, Fred e Taison 

    Ataque: Douglas Costa, Neymar, Willian, Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Gabriel Jesus

    Tite anunciou em entrevistas anteriores que já tinha 15 nomes definidos, e que deixou o restante da lista para os últimos meses.

    Cássio, Geromel, Danilo e Taison são as principais novidades.

    Um dos nomes garantidos da lista, Daniel Alves, se lesionou e abriu espaço para a vaga que será disputada por Fagner, Danilo e Rafinha.

    As seleções precisavam enviar nesta segunda-feira a lista com 35 nomes, tendo obrigação de oficializar os 23 que realmente irão para a Rússia somente no dia 4 de junho.

    O Brasil, porém, optou por encaminhar, desde já, a lista definitiva.

    Em caso de uma eventual lesão, será possível a inclusão de um nome de fora da lista.

    Dentre os clubes estrangeiros, o Manchester City foi o que teve o maior número de convocados, com quatro. A equipe inglesa foi seguida pelo PSG, com três. Dos clubes brasileiros, Corinthians foi o com maior número de convocações, com dois jogadores.

    O Brasil estreia contra a Suíça no dia 17 de junho, um domingo, às 15h, em Rostov-no-Don. O segundo jogo da primeira fase é numa sexta-feira, dia 22 de junho, às 9h, em São Petersburgo, contra a Costa Rica. O terceiro jogo será no dia 27, uma quarta-feira, às 15h, em Moscou, no Estádio Spartak, contra a Sérvia.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik