11:47 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Larry Nassar, exmédico del equipo de gimnasia olímpica de EEUU

    Ex-médico da seleção de ginástica dos EUA é condenado a até 175 anos por abuso sexual

    © REUTERS / Brendan McDermid
    Esportes
    URL curta
    331

    O ex-médico da seleção olímpica de ginástica dos Estados Unidos Larry Nassar foi condenado à prisão após o testemunho de 156 mulheres que o acusaram de abusos sexuais. Seu pena é de 40 a 175 anos.

    "Acabei de assinar seu mandado de morte", disse a juíza Rosemarie Aquilina. "Você não merece sair da cadeia nunca mais."

    Antes mesmo de cumprir esta pena, entretanto, Nassar precisa pagar uma condenação de 60 anos de cadeia por posse de pornografia infantil. Caso consiga uma redução de pena por bom comportamento, ficaria 55 anos preso — mas neste cenário ele já estaria com mais de 100 anos.

    O ex-médico da seleção olímpico ainda espera a sentença de outro caso de abuso.

    A promotoria afirmou que Nassar é "possivelmente o abusador sexual de crianças em série mais prolífico na história" e disse que a ginástica competitiva proporcionou o "lugar perfeito" para seus crimes porque as vítimas o enxergavam como "deus".

    Mais:

    Dois australianos são condenados por abuso e assassinato de mulher aborígene
    Pentágono divulga dados sobre abuso sexual no exército dos EUA
    'Era do abuso terminou': Hollywood expulsa Weinstein por escândalo de assédios
    Explode o número de casos de abuso nas Forças Armadas alemãs
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar