10:32 14 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Senador Romário Faria (Podemos-RJ), pré-candidato à presidência da CBF

    Romário lança candidatura à presidência da CBF

    Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados
    Esportes
    URL curta
    424

    O ex-jogador e atual senador Romário Faria (Podemos-RJ) anunciou nesta terça-feira que considera a possibilidade de concorrer ao cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), instituição envolvida em uma série de escândalos ligados a casos de corrupção.

     

    O atual presidente do órgão, Marco Polo Del Nero, foi suspenso pelo Comitê de Ética da Fifa de qualquer atividade do futebol por um período de 90 dias, decisão que complicou os preparativos para a eleição pelo comando da CBF, programada para abril. 

    Del Nero é investigado nos Estados Unidos por suspeita de participação em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro associados a contratos de transmissões televisivas de competições realizadas no continente americano, acusação que também atinge seus antecessores, José Maria Marin e Ricardo Teixeira. 

    "O futebol brasileiro chegou ao fundo do poço em termos de vergonha. Não bastassem os vexames em campo, pela falta de renovação, passamos vergonha internacionalmente por ver os gestores do futebol presos ou indiciados", afirmou Romário em publicação no seu Instagram. "Muitos me perguntam se eu sou candidato, afinal, ninguém mais lutou tão vigorosamente contra essa quadrilha e é legítimo que eu me candidate. Então, sim, a resposta é posso sim vir a ser candidato. Tenho todos os pré-requisitos para isso. Toda minha contribuição para o futebol, dentro e fora de campo, são as minhas credenciais", acrescentou.  

    Mais:

    Presidentes da CBF estão impedidos de ir à Copa na Rússia
    Tags:
    futebol, FIFA, CBF, Ricardo Teixeira, José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, Romário, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik