02:25 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Equipe do Íbis Sport Club, o pior time do mundo

    Exclusivo: presidente do 'pior time do mundo' explica série de vitórias que gerou decepção

    Íbismania / Divulgação
    Esportes
    URL curta
    150

    Aclamado por seus torcedores como o “pior time do mundo”, título conquistado nos anos 1980 e registrado até no Livro dos Recordes, devido a uma série de três anos e 11 meses sem vitória, o Íbis Sport Club surpreendeu este ano ao viver o seu melhor momento em quase oito décadas de história.

    Para desespero de seus torcedores, o chamado Pássaro Preto emplacou recentemente uma sequência de bons resultados, chegando a ficar até sete jogos sem perder.

    A equipe da cidade de Paulista, interior de Pernambuco, chegou a liderar a segunda divisão do Campeonato Pernambucano, perdendo a chance de subir para a Série A após ser derrotado nas quartas de final  por 3x2, no placar agregado, para o Decisão, o que trouxe de volta a normalidade ao clube e a tranquilidade para seus torcedores.

    Para falar sobre os últimos feitos do time, a Sputnik Brasil conversou com exclusividade com o presidente do clube, Ozir Ramos Junior, que explicou um pouco a fama internacional do "pior time do mundo" e os fatores positivos e negativos ligados a ela. 

    Segundo Ozir, ao contrário dos anos 1980, quando o clube era formado basicamente por atletas amadores, o time hoje possui uma estrutura muito mais profissional, atuando inclusive nas categorias de base e contando com atletas que vivem exclusivamente de futebol. O epíteto que consagrou o Íbis, de acordo com ele, serve, na atualidade, apenas como uma jogada de marketing, não refletindo a realidade da equipe.

    Torcida comemorando uma das vitória do Íbis na segunda divisão do Campeonato Pernambucano
    Ricardo Fernandes / DP
    Torcida comemora vitória do Íbis na segunda divisão do Campeonato Pernambucano

    "O Íbis tem profissionais competentes, profissionais responsáveis. Infelizmente, nossa campanha agora, na série A2 de 2017, nós lideramos até a última rodada, mas, na hora do mata-mata, prevaleceu o Decisão, que nos tirou da competição", comentou o cartola.

    No caso dos jogadores, o presidente do Íbis explica que a fama de pior time não interfere no rendimento, pois, assim como torcedores, técnicos e executivos, eles também levam o título na brincadeira. Os problemas do clube no momento, diz Ozir, são de outra natureza.

    "Não temos um patrocinador. Ninguém que nos ajude, empresa nenhuma que nos ajude. Nem prefeitura. Aqui em Pernambuco, a maioria dos clubes da A2 a prefeitura ajuda, a prefeitura local de cada clube. A gente não tem esse privilégio", desabafou. "O Íbis é um time folclórico, é uma marca de Pernambuco", acrescentou.

    Mais:

    Futebol feminino de favela carioca arrasa no campeonato internacional em Moscou
    Slogans de futebol ajudaram um britânico a sair do coma
    Aventuras do único clube de futebol brasileiro que jogou 4 vezes na Coreia do Norte
    Tags:
    futebol, esporte, Íbis, Ozir Ramos Junior, Paulista, Pernambuco, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik