18:36 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Mijaíl Mamiashvili (archivo)

    Atleta russa denuncia agressão física do presidente da Federação de Westling da Rússia

    © Sputnik/ Ramil Sitdikov
    Esportes
    URL curta
    1150850

    A lutadora russa, Inna Trazhukova, acusou o presidente da Federação de Westling da Rússia (FWR), Mikhail Mamiashvili, de tê-la agredido fisicamente no rosto após ela ter perdido a luta pela medalha de bronze nos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro.

    “Houve uma disputa pelo bronze, que eu perdi. Depois da luta, fui recebida pelo presidente da federação Mikhail Mamiashvili, que estava embriagado. Ele falava de forma grosseira e me bateu duas vezes no rosto” – disse Trazhukova à imprensa russa.

    ​Ela destacou que o incidente aconteceu mediante testemunhas e garantiu que, ao retornar para a Rússia, fará uma denúncia ao Ministério Público e levará o caso até o ministro do Esporte russo Vitaly Mutko.

    “Eu não sou escrava para ser tratada assim por causa de uma derrota! Fui humilhada publicamente. Quero acabar com isso, para que no futuro outras atletas não sofram o mesmo” – declarou Trazhukova.

    Após a denúncia, o presidente da Federação Internacional de Lutas Associadas, Nenad Lalović, declarou que o caso será investigado por uma comissão disciplinar de sua organização.

    Ao ser procurado pela imprensa para comentar o caso, o próprio Mikhail Mamiashvili disse estar preparado para denúncia e justificou seu comportamento pela suposta atitute da atleta russa.

    “Estou pronto para isso [denúncia ao Ministério Público], que o tribunal ordene a me comportar de maneira mais correta em situações como esta, mas e depois? Ninguém, nenhum tribunal vai me convencer de que eu não tenho o direito de me expressar diante de uma pessoa ‘mole’ e indiferente” – declarou Mamiashvili aos jornalistas.

    Anteriormente, em entrevista ao canal 360, Mamiashvili havia proferido duras críticas com relação às atletas russas Valeria Koblova e Natalia Vorobyova, que conquistaram medalhas de prata na Rio 2016, chamando seu desempenho de “desprezível”. Mais tarde, no entanto, ele disse ter sido mal interpretado.

    Tags:
    agressão, denúncia, Jogos Olímpicos, Federação de Westling da Rússia, Inna Trazhukova, Mikhail Mamiashvili, Rússia, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik