06:10 28 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    111
    Nos siga no

    O ex-maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima foi o escolhido para substituir Pelé e acender a pira olímpica no Maracanã, nesta sexta-feira, na abertura dos Jogos Rio 2016, segundo informou a assessoria de imprensa do atleta.

    Medalhista de bronze em Atenas 2004, Vanderlei, hoje com 47 anos, emocionou o mundo ao concluir, com um sorriso no rosto, a prova daquela Olimpíada mesmo depois de ser atrapalhado pelo ex-padre irlandês Cornelius Horan no momento em que liderava a corrida. Na ocasião, ele foi ajudado pelo torcedor grego Polyvios Kossivas, homenageado depois pelo Comitê Olímpico Brasileiro no Rio de Janeiro.

    Mais cedo, o ex-jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, Pelé, informou que não poderia acender a pira, como planejado, por conta de sérios problemas de saúde.

    Mais:

    Isinbayeva conta por que foi proibida de participar dos Jogos Rio-2016
    FINA confirma Efimova nas Olimpíadas
    Stepanova se recusa a apelar à CAS para disputar Olimpíadas
    Tags:
    Brasil, Rio de Janeiro, Atenas, Grécia, Irlanda, Vanderlei Cordeiro de Lima, Pelé, Edson Arantes do Nascimento, Polyvios Kossivas, Cornelius Horan, Jogos Olímpicos, Olimpíadas, Rio 2016, pira olímpica, tocha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar