06:02 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Torcedores russos no Euro 2016

    Londres vê mão do Kremlin em distúrbios no Euro 2016

    © Sputnik / Vladimir Pesnya
    Esportes
    URL curta
    Euro 2016 (52)
    15113

    Altos funcionários do Governo britânico estão examinando se os torcedores russos envolvidos nos distúrbios durante o Euro 2016 na França têm ligações com o Kremlin, escreve o The Guardian.

    Segundo o diário, há indícios de que "um número considerável de indivíduos envolvidos nos violentos ataques bem coordenados contra os torcedores da Inglaterra e de outros países, em Marselha e Lille, foram identificados como os funcionários das forças de segurança russas".

    "Altos funcionários do Governo [britânico] temem que a violência desencadeada pelos vândalos russos no Euro 2016 tenha sido autorizada pelo Kremlin e estão investigando seus vínculos com o regime de Putin", escreve a publicação.

    Além disso, alguns especialistas acreditam que se trata de uma tática para mostrar a "força russa" e, ao mesmo tempo, criar na Rússia uma impressão de que o mundo inteiro está contra ela.

    A hipótese construída em Londres supõe que os confrontos dos torcedores no Euro "representam uma continuação do que é considerado como uma campanha russa de 'guerra híbrida'".

    O The Guardian cita uma fonte anônima do Governo britânico, que afirmou que "é difícil provar que tudo foi autorizado pelo Kremlin, no entanto, vemos que alguns deles [torcedores russos] fazem parte dos serviços de segurança".

    O Campeonato Europeu, que acontece neste ano entre os dias 10 de junho e 10 de julho em 10 cidades francesas, se vê acompanhado de numerosos confrontos entre os torcedores das equipes participantes, alguns dos quais ficaram gravemente feridos.

    Após alguns distúrbios durante o encontro Rússia-Inglaterra no dia 11 de junho, em Marselha, a UEFA impôs uma multa de 150 mil euros a União de Futebol da Rússia e anunciou a suspensão condicional da seleção russa.

    Ontem (18), um grupo de torcedores russos foi deportado e três foram condenados a penas de prisão na França.

    Ao comentar recentemente estes incidentes, o presidente Vladimir Putin os qualificou de uma "monstruosidade absoluta", mas apelou a "dar tratamento igual a todos os transgressores", não apenas aos russos.

    Tema:
    Euro 2016 (52)

    Mais:

    Violência e racismo atingem brasileiros na Eurocopa
    Seis torcedores russos são detidos em Lille
    20 torcedores russos foram expulsos da França
    Só os russos são culpados? Crônica das brigas mais sangrentas de torcedores
    Torcedores ingleses na Eurocopa se divertem jogando moedas em crianças refugiadas
    Tags:
    torcedores, esporte, futebol, Euro 2016, UEFA, Rússia, Inglaterra, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik