05:59 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Anéis olímpicos dos Jogos de 2016, no Parque Madureira

    Rio 2016 usa final da Liga Mundial de Vôlei como teste para voluntários das Olimpíadas

    © AFP 2017/ YASUYOSHI CHIBA
    Esportes
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    0 16810

    A equipe do Comitê Rio 2016 realizou o primeiro evento-teste deste ano com os voluntários nos locais onde os Jogos Olímpicos e Paralímpicos vão ser disputados. A ação faz parte do Programa Aquece Rio do Comitê, que testa as operações das competições e das instalações esportivas dos Jogos do ano que vem.

    O treinamento começou na quarta-feira (15), na etapa final da Liga Mundial de Vôlei, no jogo entre Brasil e França, no Maracanãzinho, e vai até o dia 19 de julho. Enquanto os jogadores estavam em quadra, os voluntários ficavam atentos a tudo que acontecia durante a partida e na movimentação no estádio.

    O diretor de Recursos Humanos do Comitê Rio 2016, Henrique González, avaliou o primeiro treinamento como positivo e explicou que uma das principais orientações fornecidas aos voluntários é resistir e não tietar demais os grandes ídolos do esporte. “Ter muito respeito e pouca interação com os atletas, para que os atletas fiquem concentrados no evento e os voluntários focados nas tarefas que precisam fazer. Eu acho que os voluntários estão dando um show, e a gente só tem que agradecer a essas pessoas que estão aqui ajudando a fazer esse evento maravilhoso.”

    O primeiro evento-teste do Rio 2016 aconteceu em agosto de 2014, na Baía de Guanabara, durante a Regata Internacional de Vela.

    Depois do teste com o vôlei, serão realizados ainda 44 eventos até maio de 2016, quando vão faltar apenas três meses para o início dos Jogos Olímpicos.

    Os eventos-teste do Programa Aquece Rio foram divididos em três partes. A primeira etapa tem como foco os esportes praticados ao ar livre, como remo, hipismo e triatlo, e vai acontecer entre julho e outubro de 2015, mesmos meses dos Jogos no ano que vem. Os testes dos esportes em locais fechados como basquete, judô e tênis vão acontecer entre novembro deste ano até janeiro de 2016. A terceira etapa de testes vai ser realizada com eventos qualificatórios como futebol, natação e ginástica e acontecem entre os meses de março e maio de 2016, pouco antes dos Jogos.

    Segundo o diretor de Gestão de Instalações e Eventos-Teste do Comitê Rio 2016, Gustavo Nascimento, a terceira fase do Programa Aquece Rio vai ser fundamental, pois será a prova final de organização e de preparativos para o início dos Jogos. “O terceiro ciclo é quando a gente precisa de fato testar a nossa operação como se fossem os Jogos”, diz Nascimento.

    A expectativa é de que em quatro desses eventos o Comitê treine questões mais complexas de segurança e logística, e que nos outros testes o foco seja no campo de jogo, envolvendo todos os detalhes que acontecem no espaço da competição, como limpeza e manutenção, sistema de som e entretenimento do público, para que não haja problemas durante o torneio.

    O Campeão olímpico de vôlei em 1992 e atual coordenador de Mobilidades do Vôlei Olímpico e Paralímpico de 2016, Giovane Gávio, explica que no teste na Liga Mundial de Vôlei a atenção está voltada principalmente para os voluntários que atuam diretamente no andamento da partida. “A gente está testando também todo o pessoal de cerimônia de apresentação das equipes, que acompanha os atletas, delegados e árbitros.”

    O programa de recrutamento de voluntários para atuar nas cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 tem atraído o interesse de candidatos de diversas partes do mundo. O balanço inicial do Comitê Rio 2016 sobre as inscrições, que tiveram início em maio, registrou que, excetuando o Brasil, os países onde há mais pessoas interessadas em ser voluntárias são Estados Unidos, Argentina e Reino Unido. Também há interessados do Senegal, Lesoto, Quênia, Namíbia, Sri Lanka, Congo e Paquistão.

    Ao todo, são 12 mil vagas para voluntários que vão atuar em quatro cerimônias, todas realizadas no Estádio do Maracanã. Dos 4 mil voluntários já inscritos, cerca de 60% são mulheres, e a média de idade é de 20 anos.

    Para participar, o Comitê Rio 2016 exige que o voluntário tenha no mínimo 16 anos completados em 1.º de abril de 2016, não havendo limite máximo de idade para se candidatar.

    Tema:
    Rio 2016 (253)

    Mais:

    Brasil investe em cibersegurança para Rio 2016
    Como greve na construção afetará preparativos do Rio 2016?
    Greve de trabalhadores de obras olímpicas pode pôr em risco os Jogos do Rio 2016
    Inscrições para a primeira fase de venda de ingressos da Rio-2016 terminam hoje
    Tags:
    Olimpíadas, Rio 2016, voluntários, COB, Giovane Gávio, Gustavo Nascimento, Henrique González, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik