03:07 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Copa do Mundo de 2014.

    FIFA tem lucro recorde com Copa no Brasil: R$16 bilhões

    © Sputnik/ Alexey Filippov
    Esportes
    URL curta
    0 30905

    Na FIFA, lucros recordes. No Brasil, estádios deficitários, fechados e até afetados pela Operação Lava Jato. A Copa do Mundo de 2014 garantiu para a entidade que controla o futebol mundial o maior resultado financeiro de sua história e milhões acima até mesmo do que a organização previa.

    O jornal O Estado de S. Paulo obteve o balanço comercial mantido em sigilo pela entidade que estava programado para vir a público nesta sexta-feira (19) e aponta que o Mundial rendeu à FIFA perto de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 16 bilhões). Diante do recorde, jamais a entidade acumulou uma fortuna como a de que dispõe atualmente.

    Apenas no ano de 2014, a renda da organização foi de quase US$ 2 bilhões, um recorde absoluto com contratos comerciais, vendas de ingressos e direitos de televisão.

    Nenhum outro evento jamais se comparou aos ingressos gerados pelo Brasil, e sem a cobrança de impostos. Para a Copa de 2010, na África do Sul, a renda chegou a US$ 4,1 bilhões. No ano de renda máxima na história da entidade, em 2006, os ingressos chegaram a US$ 249 milhões. Agora, os valores apontam para um salto de dez vezes.

    A entidade argumenta que deixou parte dessa renda ao Brasil, com um pacote de US$ 100 milhões para o desenvolvimento do futebol no país. O que a FIFA não diz é que o volume é equivalente ao que paga, por ano, em salários a seus próprios cartolas.

    Se a FIFA nada em dinheiro hoje, a situação dos estádios brasileiros nem sempre acompanha esses benefícios. Pelo menos seis dos 12 estádios da Copa estão com sérias dificuldades para se financiar, por motivos variados: Fonte Nova, em Salvador; Arena Amazônia, em Manaus; Mané Garrincha, em Brasília; Arena das Dunas, em Natal; Arena Pantanal, em Cuiabá; e Maracanã, no Rio de Janeiro.

    O estádio carioca ainda luta para operar com lucros. Para que uma partida represente um benefício para os administradores, ele precisa contar com pelo menos 30 mil torcedores. No atual campeonato estadual, a média de público não passa de 3 mil e 600 por jogo. No caso do Flamengo, porém, a média é de 16 mil.

    Fonte: Estadão Conteúdo

    Mais:

    FIFA divulga ranking mensal com poucas alterações
    FIFA marca reunião que decidirá datas da Copa do Mundo de 2022
    Congresso da Conmebol vira palco de campanha de candidatos da FIFA
    Tags:
    lucro, Copa do Mundo, FIFA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik