17:48 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    787
    Nos siga no

    A montadora dos Estados Unidos, Ford Motor Co, informou neste sábado (31) que finalizou a negociação da venda de uma de suas fábricas no Brasil para a empresa de construção civil e logística Construtora São José e para a gestora de ativos FRAM Capital.

    O valor do negócio não foi informado, mas a estimativa publicada pelo jornal Folha de S.Paulo é de que o valor gire em torno de R$ 500 milhões.

    "A transação é resultado de um processo de seleção que envolveu uma série de potenciais compradores, no qual as duas empresas apresentaram a melhor alternativa para a planta e para a região", disse a Ford, em nota.

    A fábrica fica localizada na cidade de São Bernardo do Campo, Grande São Paulo, e empregava 3.000 trabalhadores diretos e 1.500 indiretos na cidade. A princípio, houve 650 demissões.

    Os novos proprietários da fábrica ainda não anunciaram o que será feito no local. Mauro Silvestri, sócio-fundador da Construtora São José, diz que "grandes realizações se concretizam com trabalho e dedicação, fruto de muito esforço e compromisso de todos, com propósitos firmes".

    O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que representa os trabalhadores da Ford em São Bernardo do Campo, ainda não se posicionou oficialmente sobre a venda da fábrica.

    Mais:

    Apesar de previsões ruins, crise na economia brasileira não vai ser tão dramática, diz especialista
    Alta demanda da China alavancou setor agropecuário do Brasil, avalia economista
    Economista: incerteza política e falta de perspectiva causam perda de investimento no Brasil
    Entre prejuízos e boas notícias, economista-chefe da CNC fala sobre desafios do comércio no Brasil
    China não tem como se livrar da soja brasileira no curto prazo, diz economista
    Tags:
    indústria, economia, venda, fábrica, Ford, São Paulo, Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, São Bernardo do Campo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar