15:09 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Brasil na pandemia do coronavírus em meados de agosto (62)
    230
    Nos siga no

    Nos últimos quatro meses em que o Brasil enfrenta a pandemia da COVID-19, cerca de três milhões de pessoas ficaram desempregadas.

    Na quarta semana de julho, a taxa de desocupação total do país chegou a 13,7%, equivalente a 12,9 milhões de pessoas sem trabalho.

    Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (14) na edição semanal da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) COVID-19, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    A população ocupada do país foi estimada em 81,2 milhões, estável em relação à semana anterior e com queda em relação à semana de 3 a 9 de maio, quando 83,9 milhões de pessoas entravam nessa categoria.

    Quando a pesquisa teve início, na primeira semana de maio, eram 9,8 milhões de pessoas desocupadas. Na comparação com a terceira semana de julho, houve aumento de 550 mil pessoas entre os desocupados.

    Tema:
    Brasil na pandemia do coronavírus em meados de agosto (62)

    Mais:

    Desemprego no Brasil: número de desocupados ultrapassa o de ocupados pela 1ª vez
    Brasil: faixa de 1 a 2 salários mínimos corresponde a 75% do desemprego na pandemia
    Desemprego no Brasil sobe para 13,3% no 2º trimestre, atingindo 12,8 milhões de pessoas
    Filipinas proíbem frango do Brasil por medo do novo coronavírus
    Tags:
    novo coronavírus, Brasil, desemprego, emprego, economia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar