04:41 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)
    184
    Nos siga no

    O governo Jair Bolsonaro confirmou, na tarde desta terça-feira (30), a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600.

    O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.

    O pagamento a partir de agora, no entanto, será dividido de forma diferente. Os beneficiários irão receber R$ 500 no início do primeiro mês e R$ 100 ao final. Já no segundo mês, quem tem direito ao benefício vai receber R$ 300 no início do mês e R$ 300 no fim do mês. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    O benefício, pago durante a pandemia da COVID-19, foi criado pelo Congresso no final de março, por meio de legislação da Câmara e do Senado, e sancionado pelo presidente em 2 de abril.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)

    Mais:

    Maia sugere cortar salário dos 3 Poderes para financiar pagamento do auxílio emergencial de R$ 600
    Rodrigo Maia defende prorrogação do auxílio emergencial por mais 3 meses
    Maia x Bolsonaro: quem ganha a 'briga' do auxílio emergencial brasileiro?
    Apoiado em Guedes e no Centrão, Bolsonaro enfrenta 'ativismo judicial' herdado de Moro
    Tags:
    novo coronavírus, pandemia, auxílio financeiro, auxílio, economia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar