05:09 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    3321
    Nos siga no

    A queda da demanda por petróleo no mercado norte-americano obriga alguns produtores a pagar pela descarga de seus armazéns, informa a agência Bloomberg.

    A companhia Wyoming Asphalt Sour foi a primeira a propor um preço negativo ao petróleo, segundo a agência Bloomberg. Suas matérias-primas se utilizam principalmente para a produção de betume.

    O Mercurial Energy Group Ltd. estava disposto a pagar US$ 0,19 (R$ 1) por cada barril de petróleo cru que for retirado de suas instalações de armazenamento em março. A empresa vende petróleo de alto conteúdo de enxofre.

    Segundo a analista Elisabeth Murphy, da ESAI Energy, os lugares onde se produz este petróleo estão distantes dos portos marítimos e é difícil transportar o produto aos consumidores.

    Os comerciantes de hidrocarbonetos, consultados pela agência, não descartam que outros tipos de petróleo possam também ser negociados por preços negativos.

    A demanda mundial pelo petróleo cru e produtos derivados está diminuindo devido à crise econômica associada ao coronavírus. Neste contexto, alguns vendedores se veem obrigados a baixar seus preços.

    Outra razão que provocou a forte desvalorização foi o fracasso do acordo da OPEP+ e a promessa da Arábia Saudita de aumentar sua produção.

    Mais:

    Moscou acusa 'parceiros árabes' de provocarem queda do preço do petróleo
    EUA querem enviar autoridade a Riad para ajudar na estabilização do petróleo
    G20: Putin defende plano comum para recuperar economia mundial pós-pandemia
    Tags:
    economia, petróleo, EUA, Crise, desvalorização
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar