02:02 22 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    190
    Nos siga no

    Dezessete membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), incluindo União Europeia, Brasil e outros países da América Latina, acordaram nesta sexta-feira (24) em criar um mecanismo temporário para resolver disputas comerciais.

    A iniciativa destes países membros se deve a forte paralisia da OMC, que teve suas apelações bloqueadas pelos Estados Unidos em dezembro do ano passado, relata a agência Reuters.

    A Comissão Europeia disse que os países que acordaram este plano de contingência preservarão o sistema de disputa de dois passos da OMC até que o Órgão de Apelações esteja operativo novamente.

    Washington congelou o Órgão de Apelações, que atua como suprema corte para o comércio internacional, ao bloquear nomeações por mais de dois anos. Dois dos três membros do órgão concluíram seus mandatos em dezembro, impossibilitando a emissão de pareceres.

    A União Europeia havia antes se unido à Noruega e ao Canadá para formar organismos separados de apelação para resolver disputas. O Brasil e outros países firmam o acordo nesta sexta-feira (24).

    Ainda que os Estados Unidos estejam fora do grupo, o presidente norte-americano prometeu uma ação "muito dramática" para a OMC, que tem sede em Genebra, na Suíça.

    Mais:

    OMC aprova autorização de sanções dos EUA contra UE em litígio relativo à Airbus
    Desafio global: OMC reduz ainda mais previsão de crescimento do comércio
    EUA bloqueiam reunião da OMC por não reconhecerem Maduro como presidente
    Tags:
    Estados Unidos, comércio, União Europeia, Brasil, OMC
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar