13:23 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Donald Trump participa da reunião dos líderes da OTAN, em Londres.

    É melhor esperar eleição de 2020 para fazer acordo com a China, diz Trump

    © AP Photo / Evan Vucci
    Economia
    URL curta
    758
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (3) que não tem prazos para assinar um acordo comercial com a China e que pode ter que aguardar até depois da eleição presidencial dos EUA em novembro de 2020.

    Trump deu a declaração durante uma conversa com repórteres em Londres, onde participa da reunião com líderes da OTAN.

    “Eu não tenho prazo, não. De certa maneira acho que é melhor esperar até depois da eleição em relação à China”, disse Trump, citado pela agência Reuters.

    Washington e Pequim ainda não assinaram a “Fase Um” do acordo, que foi anunciada em outubro deste ano. A primeira fase das negociações comerciais deveria resolver questões relacionadas à propriedade intelectual, serviços financeiros e exportações agrícolas dos EUA.

    “Mas eles querem fechar um acordo agora, e veremos se o acordo será ou não correto, ele tem que ser correto", disse Trump nesta terça-feira.

    O presidente dos EUA ainda afirmou que um acordo com a China só acontecerá se ele quiser.

    “Estou indo muito bem em um acordo com a China, se eu quiser fechá-lo”, disse ele. “Não acho que depende de se eles quiserem, é se eu quiser fechá-lo. Vamos ver o que acontece", completou.

    A disputa comercial entre as duas maiores economias do mundo entrou em erupção em março de 2018, quando os Estados Unidos impuseram a primeira rodada de tarifas sobre as exportações chinesas. O país asiático respondeu às tarifas impostas e taxou produtos norte-americanos.

    Mais:

    Trump anuncia fim da 'guerra comercial' dos EUA com China
    China exalta progresso para o fim da guerra comercial com os EUA, diz ministério
    Fim da guerra comercial? Trump revela onde quer assinar acordo com a China
    Tags:
    China, Estados Unidos, guerra comercial, OTAN, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar