16:55 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Logo do BRICS

    Banco do BRICS obtém avaliação máxima da Agência de Crédito japonesa

    © Sputnik / Anton Denisov
    Economia
    URL curta
    480
    Nos siga no

    O Banco de Desenvolvimento do BRICS recebeu a maior avaliação (AAA) de crédito possível da agência de avaliação de crédito do Japão (JCR, na sigla em inglês).

    A avaliação foi concebida considerando que o Banco de Desenvolvimento do BRICS ou Novo Banco de Desenvolvimento (NDR, na sigla em inglês) possui uma gestão de risco de alta qualidade, além de um forte apoio às operações pelos países membros e uma sólida base de capital, garantindo a solidez financeira.

    "O BRICS enfrenta grandes necessidades financeiras para o desenvolvimento de infraestrutura e crescimento sustentável [...] optando por utilizar o NDB como instituição central para mobilizar recursos nessas áreas [...]", explicou a JCR em comunicado.

    10ª cúpula do BRICS em Joanesburgo, África do Sul
    © Sputnik / Denis Bolotsky
    10ª cúpula do BRICS em Joanesburgo, África do Sul

    O BRICS, tendo como países membros o Brasil, a Rússia, a Índia e a África do Sul, criou o banco em 2015 com o objetivo de financiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nas economias emergente.

    "A avaliação internacional AAA é um marco importante para o Banco que é propriedade total e liderado por países em desenvolvimento", afirmou o diretor do NDB, Leslie Maasdorp em comunicado oficial.

    Atualmente, os projetos do NDB na África do Sul estão relacionados à proteção ambiental, energia renovável, tendo concedido empréstimos. Além disso, o banco possui avaliações AA+ da S&P Global Ratings e da Fitch Ratings.

    Mais:

    Lavrov não acredita que Bolsonaro reconsidere sua posição em favor da manutenção dos BRICS
    Em reunião do BRICS, Araújo e Lavrov discordam sobre Venezuela
    Crivella propõe criação de foro permanente de cidades de países que integram o BRICS
    Tags:
    economia, auxílio financeiro, financeiro, crédito, análise, banco, BRICS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar