15:45 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Dólar e rublo

    Pode rejeição do dólar proteger economia russa?

    © Sputnik / Aleksandr Demianchuk
    Economia
    URL curta
    3130

    A desdolarização é necessária para a segurança da economia Russa em condições de sanções, de acordo com especialistas entrevistados pela Sputnik.

    O presidente russo, Vladimir Putin, disse na reunião anual do clube de discussões Valdai:

    "Estamos justamente caminhando nessa direção [desdolarização da economia], não porque queremos enfraquecer o dólar, mas porque queremos garantir nossa própria segurança, porque estamos constantemente sofrendo com algumas sanções… não nos dão oportunidade de trabalhar com o dólar".

    A desdolarização é de fato realizada por motivos de segurança, argumenta Anna Kokoreva, da empresa Alpari. A economia russa é muito dependente da taxa de câmbio, devido à alta volatilidade do dólar nós temos rendimentos instáveis; além disso, a dinâmica do câmbio da moeda tem um impacto direto nos indicadores macroeconômicos, acrescentou ela.

    A desdolarização da economia significa principalmente a transferência de parte das transações comerciais exteriores para moedas nacionais, além disso, uma série de benefícios foram oferecidos aos exportadores que firmam contratos em rublos e exportam mercadorias em rublos, diz Valery Bezuglov da Freedom Finance.

    "Dado o fato de que o país emissor de dólares impõe regularmente sanções à Rússia, além de ameaçar impor restrições também aos Títulos de Empréstimos Federais russos, faz sentido minimizar seus riscos e reduzir os pagamentos em dólares", disse Kokoreva.

    A desdolarização busca sobretudo uma maior proteção das transferências bancárias internas, e a razão para isso foi a provável restrição das transações em dólares aos bancos estatais da Federação da Rússia [no âmbito de possíveis novas sanções], argumenta Bezuglov falando sobre a proteção contra sanções.

    As sanções impostas pelos EUA contra a Rússia entraram em vigor em 27 de agosto. Um segundo pacote mais rigoroso de sanções pode ser introduzido em novembro: a proibição neste caso pode afetar os empréstimos a pessoas jurídicas russas e a exportação e importação de mercadorias.

    Também em agosto, foi aprovada uma lei no Congresso dos EUA com uma série de medidas antirrussas, incluindo sanções contra a nova dívida pública da Federação da Rússia e os bancos estatais, que incluem VEB, Sberbank, VTB. Os especialistas entrevistados pela Sputnik referiram que a redação do documento em relação aos bancos estatais é vaga, então potencialmente isso pode levar à proibição das transações em dólares.

    Mais:

    Bloomberg relata fim da 'tirania' do dólar
    Moeda única do BRICS poderia substituir dólar, afirma deputado russo
    Mundo desafia domínio do dólar, diz mídia suíça
    Tags:
    economia, moeda, dólar, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik