13:16 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Nota de 1 dólar norte-americano

    Dólar corre risco de perder hegemonia global, adverte financista

    © Sputnik / Alexey Suhorukov
    Economia
    URL curta
    10240

    Nos mercados financeiros se observa uma queda drástica na demanda por títulos do Tesouro dos EUA. Analistas explicam por que os títulos da dívida pública norte-americana se tornaram menos atraentes para investidores estrangeiros.

    Segundo economistas, há vários fatores que contribuem para uma queda na procura por títulos do Tesouro norte-americano. Primeiro, os investidores esperam que os bancos centrais de outros países adotem uma política monetária mais restritiva, o que significa a subida das taxas de juro em países fora dos EUA e, como consequência, aumento de rendimentos dos seus títulos da dívida pública.

    Outro fator que deixa os investimentos nos títulos da dívida dos EUA menos atraentes é, ironicamente, o crescimento estável da economia norte-americana. Para os investidores, os EUA poderiam vir a enfrentar uma deflação em breve. 

    Embora o rendimento dos títulos da dívida pública dos EUA tenha crescido e já tenha atingido 2.829% (o ponto máximo desde abril), investidores estrangeiros não se mostram empenhados em financiar a dívida norte-americana.

    Aleksei Antonov, analista da corretora russa Alor Broker, disse à revista russa Expert que os principais detentores da dívida pública dos EUA, a China e o Japão, também reduziram demanda por títulos do Tesouro norte-americano. Nos últimos tempos, a China realizou a venda de seus títulos do Tesouro dos EUA no valor de 7,7 bilhões de dólares (R$ 32 bilhões), enquanto que o Japão se livrou dos títulos no valor de 72 bilhões de dólares (R$ 290 bilhões).

    Para o analista, as ações dos principais atores globais foram provocadas pela política agressiva dos EUA, bem como pelas decisões das autoridades financeiras norte-americanas, inclusive o aumento gradual das taxas de juro pela Reserva Federal (banco central dos EUA). 

    A moeda norte-americana começa a perder status de única moeda de reserva confiável e atualmente o dólar forte não é o argumento principal que determina as decisões de investidores, que estão optando por investir em ativos com mais risco. Por isso, há grandes chances de os detentores da dívida pública dos EUA continuarem se livrando dos títulos do Tesouro norte-americano. 

    Mais:

    Mundo desafia domínio do dólar, diz mídia suíça
    Tags:
    dólar, títulos, EUA, Japão, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik