07:34 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Moeda de rublo em frente ao Kremlin, em Moscou

    Grandes empresas russas dão passos para reforçar rublo no comércio mundial

    © AFP 2018 / Alexander Nemenov
    Economia
    URL curta
    3231

    Duas importantes exportadoras russas, a mineradora Nornickel e a fabricante de diamantes Alrosa, anunciaram seus planos para passarem a usar a moeda nacional em pagamentos mútuos com seus sócios estrangeiros. A iniciativa coincidiu com os planos estratégicos do governo russo, de acordo com a revista de negócios Profil.

    Embora a ideia de desdolarização gradual do comércio russo esteja na pauta russa há muito tempo, até à data as informações sobre que empresas exatamente, especialmente privadas, evitariam o uso do dólar não eram muitas.

    De acordo com Profil, Nornickel e Alrosa, dois importantes exportadores, estão empreendendo medidas para passar a usar o rublo em pagamentos com seus parceiros.

    Em particular, a Alrosa já vendeu vários lotes de diamantes a compradores da China e da Índia em rublos e afirmou estrar pronta para continuar aplicando esta opção de pagamento no futuro.

    Nornickel, o gigante metalúrgico russo, ainda não aceitou pagamentos em rublos, mas está investigando várias opções para passar a usar em pagamentos a moeda russa, escreveu a edição.

    Estes passos das grandes empresas russas correspondem às recomendações do Banco Central russo e aos planos estratégicos de Moscou de reforçar as posições da moeda nacional a nível regional e internacional.

    A utilização mais ampla das moedas nacionais seria um passo lógico não somente para a Rússia, mas para qualquer país que se encontre sancionado pelos EUA e por isso esteja vulnerável perante as restrições ao uso do dólar, a moeda dominante no comércio exterior, frisou Profil.

    Os analistas entrevistados pela edição indicam que, além da Rússia, a China e a Índia vêm promovendo esta atitude e são os sócios de Moscou que mais avançaram na criação dos mecanismos necessários para evitar o uso do dólar.

    Tampouco se nega que os argumentos a favor dessa iniciativa sejam políticos e não necessariamente econômicos, já que possuem vantagens e desvantagens para os exportadores.

    Um especialista da empresa de análise russa Finam assinalou que hoje em dia é possível e é cómodo comerciar usando o euro ou o yuan. De acordo com ele, caso o governo russo pretenda tornar o rublo em uma moeda com maior presença no comércio internacional, a melhor receita seria "trabalhar para o aumento da contribuição da Rússia no PIB mundial, para que mais sócios estrangeiros tenham incentivos para comerciar em rublos".

    Mais:

    Yuan e rublo contra dólar: em que resultará comércio de petróleo em moedas nacionais?
    Abram caminho para rublo e yuan: China e Rússia planejam evitar SWIFT
    Estes são passos necessários do rublo a caminho da expansão mundial
    Tags:
    dólar, rublo, Alrosa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik