20:51 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, à direita, e o Emir do Catar, sheikh Tamim bin Hamad al-Thani, apertam as mãos na entrada do palácio presidencial em Ancara, Turquia (arquivo)

    Qatar anuncia investimento de US$ 15 bilhões na economia turca

    © AP Photo /
    Economia
    URL curta
    1130
    Nos siga no

    O emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani, anunciou em reunião com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que seu país investirá 15 bilhões de dólares na economia da Turquia, afetada nos últimos dias por sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos.

    "O presidente da Turquia e o emir do Qatar se reuniram hoje no recinto presidencial em Ancara. (Hamad) al-Thani comunicou que o Qatar prevê investir diretamente 15 bilhões de dólares na Turquia", informou o serviço de imprensa da presidência turca, destacando que os investimentos terão caráter emergencial. 

    Ainda de acordo com o governo turco, os dois líderes trocaram opiniões sobre as relações bilaterais e questões regionais e reafirmaram seu compromisso de desenvolver os contatos entre Doha e Ancara. 

    No último dia 10, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, autorizou tarifas de 50% sobre as importações de aço e 20% sobre as importações de alumínio da Turquia, o dobro das taxas aprovadas em março passado por Washington com respeito à maioria absoluta dos exportadores desses produtos, com algumas poucas exceções. Ontem, a Turquia ameaçou um boicote a produtos eletrônicos norte-americanos, e, nesta quarta-feira, aumentou as tarifas sobre várias mercadorias importadas dos EUA, como álcool, tabaco e carros, em retaliação às medidas adotadas pela administração Trump.

    Mais:

    Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas
    Como entrar na Turquia agora? Americanos se deram mal
    Assessor especial de Erdogan: EUA levaram relações com Turquia à quase total ruptura
    Retaliação: Turquia anuncia aumento de impostos sobre importações dos EUA
    Tags:
    investimento, economia, sanções, Tamim bin Hamad al-Thani, Recep Tayyip Erdogan, Donald Trump, Washington, Ancara, Doha, Qatar, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar