21:19 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Carcaças de carne no frigorífico

    Brasil pode retomar exportação de carne suína para a Rússia no fim do mês

    © Sputnik / Ruslan Krivobok
    Economia
    URL curta
    250

    O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Maggi, afirmou que as áreas técnicas do setor agropecuário de Brasil e Rússia finalmente ajustaram suas demandas para o restabelecimento das exportações de carne suína brasileira para o mercado russo, o que, segundo ele, pode acontecer até o fim deste mês.

    De acordo com o serviço de comunicação do Ministério, o entendimento entre as duas partes foi alcançado durante a última reunião dos BRICS, no final de julho, na África do Sul. Na ocasião, o ministro russo da Agricultura, Dmitri Patrushev, teria garantido ao seu homólogo brasileiro que não havia qualquer impedimento político para o retorno dos suínos brasileiros ao mercado russo, apenas questões técnicas que já haviam sido resolvidas. 

    Em declarações à imprensa, Maggi destacou que, como parte das exigências de comércio múltiplo entre os dois países, já chegou ao Brasil, nesta semana, o primeiro navio de trigo exportado pela Rússia e observou que o mercado de peixes também já foi aberto, principalmente para o bacalhau.

    Para o economista Helio Sirimarco, vice-presidente da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), a troca comercial entre brasileiros e russos no setor agropecuário tem tudo para se tornar ainda mais interessante após esses novos entendimentos entre as duas partes. 

    "Provavelmente, nós vamos ter mais negócios nesse segmento aí", disse ele em entrevista à Sputnik Brasil. "O Brasil é importador de trigo, continua sendo, e a Rússia vira um fornecedor novo. Normalmente, a gente importa da Argentina, eventualmente, dos Estados Unidos… Agora, a Rússia entrando no mercado é interessante, porque amplia o número de fornecedores e, de repente, possibilita até condições de preços mais interessantes". 

    Além da atual troca, o vice-presidente da SNA não descarta uma expansão da cesta de produtos comercializados entre Brasil e Rússia no setor. Segundo ele, tudo vai depender da necessidade e da disponibilidade de cada um dos países. 

    "Pode acontecer, por exemplo, como acontece com o arroz. O arroz, como tem variedades muito grandes de tipos de arroz, o Brasil exporta arroz e importa arroz", explicou. "O fundamental é que as relações fluam normalmente, sem empecilhos de ordem não comercial". 

    Mais:

    Levantamento do embargo russo à carne brasileira é questão de dias? (EXCLUSIVO)
    Rússia se compromete a avaliar rapidamente a reabertura ao mercado a carne do Brasil
    Denúncia de aditivo proibido pela Rússia intriga produtores brasileiros de carne suína
    Tags:
    comércio, bacalhau, peixes, trigo, carne, Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), SNA, Helio Sirimarco, Blairo Maggi, África do Sul, Rússia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik