10:02 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da China exibida ao lado da bandeira dos Estados Unidos no complexo da Casa Branca, em Washington (arquivo)

    Trump anuncia tarifas de 25% sobre importações chinesas, no valor de US$ 50 bilhões

    © AP Photo / Andrew Harnik
    Economia
    URL curta
    247

    O presidente dos EUA, Donald Trump, sublinhou que as novas tarifas serão aplicadas às "tecnologias industrialmente significativas" e foram introduzidas em resposta ao alegado roubo de propriedade intelectual americana por parte da China.

    O presidente dos EUA avisou que Washington adotará medidas adicionais se a parte chinesa decidir retaliar.

    "Se a China se envolver em medidas de retaliação, como a imposição de novas tarifas contra as mercadorias, serviços ou produtos agrícolas dos EUA", "em resposta a [nossa] administração irá adotar novas tarifas", declarou ele.

    "À luz do roubo de propriedade intelectual e tecnologias, bem como de outras práticas comerciais desleais da China, os EUA vão implementar tarifas de 25% no valor de US$ 50 bilhões [R$ 186,8 bilhões] contra as mercadorias chinesas que contêm tecnologias industrialmente significativas", declarou Trump na sexta-feira (15).

    "Minha grande amizade com o presidente Xi [Jinping] da China e as relações do nosso país com a China são ambas muito importantes para mim. O comércio entre nossos países, entretanto, foi muito injusto durante um longo período de tempo. A situação já não é sustentável. A China, por exemplo, durante muito tempo tem estado envolvida em práticas comerciais desleais ligadas à aquisição da propriedade intelectual e tecnologias dos EUA", afirmou o presidente dos EUA.

    Em 22 de março, Donald Trump anunciou pela primeira vez seu projeto de imposição de tarifas sobre mercadorias chinesas, tarifas que podem atingir 60 bilhões de dólares (R$ 228 bilhões).

    Em maio, os Estados Unidos e a China concordaram em adotar medidas efetivas para reduzir o déficit comercial dos EUA, o que implicaria o aumento da importação de produtos norte-americanos por Pequim.

    Entretanto, no fim de maio, a Casa Branca informou que Washington planejava aplicar tarifas de 25% sobre os produtos tecnológicos importados da China, o que aumentaria o risco de uma nova guerra comercial entre os dois países.

    Tags:
    guerra comercial, Donald Trump, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar