01:16 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Xi Jinping, presidente da China

    Xi Jinping promete reduzir impostos de importação de automóveis

    © Fotobank.ru/Getty Images / SeongJoon Cho
    Economia
    URL curta
    5111

    O presidente da China, Xi Jinping, prometeu reduzir os impostos de importação de automóveis, abrir os mercados nacionais e melhorar as condições para as empresas estrangeiras em discurso nesta terça-feira (10).

    Falando em uma conferência de negócios, Xi não fez nenhuma menção direta de seu homólogo dos EUA, Donald Trump, ou da disputa tarifária. Mas o líder chinês mencionou temas que irritam Washington, como a abertura do setor bancário e financeiro da China e a legislação de propriedade intelectual do país.

    Xi tentou bordar a China como uma defensora do livre comércio e da cooperação em resposta ao modelo protecionista de Trump.

    "As portas da China estão abertas e se abrirão mais", disse Xi no Fórum Boao para a Ásia, na ilha de Hainan.

    O líder chinês disse que Pequim vai "reduzir significativamente" as tarifas sobre as importações de automóveis este ano e aliviar as restrições à propriedade estrangeira na indústria automobilística "o mais rápido possível".

    Trump ameaçou aumentar as tarifas sobre produtos chineses no valor de US$ 50 bilhões sob a acusação de que Pequim não respeita a propriedade intelectual dos EUA e não abre seu mercado. A China respondeu com sua própria lista de bens no valor de US$ 50 bilhões que poderão ser taxadas em retaliação.

    Xi Jinping não se referiu diretamente a essa disputa, mas prometeu encorajar o "intercâmbio tecnológico normal" e "proteger os legítimos direitos de propriedade de empresas estrangeiras".

    Mais:

    China lança produção de robôs sexuais transgênero para satisfazer demanda global (FOTOS)
    'Comércio injusto': Trump quer que China remova barreiras comerciais
    Japão cria tropas anfíbias para defender ilhas disputadas com China (VÍDEO)
    Guerra comercial entre China e EUA já envolve armamentos reais
    Casa Branca explica como pretende vencer guerra comercial contra China
    Guerra comercial entre EUA e China pode beneficiar setor do agronegócio brasileiro
    Tags:
    Donald Trump, Xi Jinping, Estados Unidos, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik