03:09 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Dragão Vermelho, o símbolo da China

    China adverte EUA em caso de adoção de medidas comerciais punitivas

    © AFP 2018 / TED ALJIBE
    Economia
    URL curta
    682

    A China recorrerá a medidas drásticas se as ações dos EUA violarem seus interesses comerciais, informou o ministro do Comércio da China.

    Anteriormente, a Casa Branca informou que o presidente norte-americano Donald Trump anunciará medidas comercias punitivas contra a China nesta quinta-feira (22) com a assinatura de um memorando sobre "combate à agressão econômica da China".

    Além disso, o porta-voz da Casa Branca, Raj Shah, anunciou que considera a China responsável por manipulações intencionais do mercado, desvio de tecnologia e propriedade intelectual dos EUA.

    Pequim rebateu as acusações e aconselhou o presidente norte-americano a "não se levar pelas emoções".

    "A China já anunciou sua posição. Somos completamente contra as medidas protecionistas unilaterais dos EUA. A China não vai observar tranquilamente a violação de seus interesses e direitos legítimos. Tomaremos todas as medidas necessárias e iremos defender vigorosamente nossos legítimos interesses", comunica o anúncio do ministro do Comércio da China.   

    O departamento comercial da China expressou sua esperança de que os EUA compreendam a natureza mutuamente vantajosa das relações econômicas e comerciais entre os dois países e de que não adotem nenhuma medida que prejudique ambas as partes.

    Donald Trump também tem a intenção de anunciar as novas taxas de importação de alumínio e de aço de vários países até sexta-feira (23), incluindo a China e a Rússia.

    Especialistas receiam que tais medidas protecionistas do presidente norte-americano possam desencadear uma guerra comercial com a participação dos EUA, China e União Europeia, entre outros países.

    O déficit comercial dos EUA no comércio com a China atingiu o recorde de US$ 375 bilhões de dólares em 2017.

    Mais:

    Temer anuncia suspensão de sobretaxa de importação de aço brasileiro pelos EUA
    Xi Jinping: 'Qualquer ação ou truque para dividir a China está condenada ao fracasso'
    Opinião: China derruba EUA na luta pelo petróleo iraquiano
    Tags:
    medidas unilaterais, protecionismo, propriedade intelectual, tecnologia, alumínio, aço, guerra comercial, Casa Branca, Donald Trump, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik