14:19 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sede da Siemens em Munique

    Será que as turbinas da Siemens foram transportadas ilegalmente para a Crimeia?

    © AP Photo / Matthias Schrader
    Economia
    URL curta
    Siemens vs Crimeia (9)
    12314
    Nos siga no

    O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, diz que é necessário investigar o possível envio de turbinas da empresa alemã Siemens para a Crimeia.

    "Pretende-se clarificar o cerne da questão o mais rápido possível", disse Seibert. Ele acrescentou que Siemens poderia ter violado o regime de sanções contra a Rússia e, por isso, o governo determinou esclarecer a situação.

    Na terça-feira (11) o Tribunal de Arbitragem de Moscou registrou uma demanda da empresa alemã contra a empresa russa Technopromexport, subsidiária da corporação estatal Rostec,  e contra o seu próprio representante na Rússia. Segundo a Siemens, a demanda foi apresentada devido ao transporte de turbinas da empresa alemã para a Crimeia, algo que é permitido. As sanções da União Europeia proíbem a exportação de equipamentos e tecnologias para a península.

    Entretanto o representante da Siemens, Phillipp Encz, não confirmou a informação da mídia de que as turbinas foram realmente enviadas para a península. Ele sublinha que a empresa suspeita que duas turbinas da Siemens tiveram a Crimeia como destino final, mas não tem provas.

    A Technopromexport está construindo na Crimeia duas usinas termoelétricas. Em junho de 2017 a agência Reuters informou que, apesar de sanções da União Europeia, as turbinas da Siemens foram transportadas para a Crimeia.

    O porta-voz do presidente da Rússia,  Dmitry Peskov, disse que as turbinas destinadas à Crimeia foram fabricadas em território russo a partir de matérias-primas russas. O representante de Technopromexport, por sua vez, disse que comprou as turbinas no mercado secundário. 

    Após a reunificação da Rússia e da Crimeia em 2014, a península tem sofrido sanções da UE no campo das tecnologias de energia.

    Tema:
    Siemens vs Crimeia (9)

    Mais:

    Sanções contra a Rússia prejudicam empresas do Canadá
    Mísseis usados na Crimeia em 2014 protagonizam novo teste da Rússia (VÍDEO)
    Rússia defenderá Crimeia com todos os meios
    Tags:
    equipamento, sanções, UE, Technopromexport, Siemens, Rostec, Steffen Seibert, Dmitry Peskov, Crimeia, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar