11:06 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Cartazes rezando Soberania ou calote dos abutres em uma parede em Buenos Aires

    FMI elogia Argentina um dia após divulgação de altos índices de pobreza no país

    © AP Photo/ Natacha Pisarenko
    Economia
    URL curta
    1114

    A missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) que visitou a Argentina constatou avanços em matéria estatística e do Produto Interno Bruto (PIB), segundo afirmou nesta quinta-feira o diretor do fundo para o Hemisfério Ocidental, Alejandro Warner.

    "Vimos avanços muito importantes na reestruturação do Indec (Instituto Nacional de Estatística e Censos)... e há indicadores muito satisfatórios sobre o PIB", disse Warner, citado pelo diário Clarín, em um encontro da Fundação de Investigações Econômicas Latino-americanas (FIEL).  

    Indagado pela mídia, o funcionário do FMI preferiu não comentar os índices de pobreza publicados na última quarta-feira pelo Indec, que mostraram um percentual alarmante de pobres e indigentes no país, 32,2% e 6,3% respectivamente. 

    "Os indicadores de pobreza saíram ontem e ainda não tivemos tempo para analisar", explicou. 

    A delegação do FMI foi à Argentina para supervisionar o estado da economia nacional, sobretudo no que diz respeito às normas do fundo que o país se negou a cumprir nos últimos anos, durante a administração de Cristina Kirchner.

    Mais:

    Madonna confunde bandeira de Israel e Argentina em postagem sobre morte de Shimon Peres
    FMI está 'satisfeito' por voltar à Argentina
    Câmara argentina de comércio vê seu país mais atrativo que o Brasil
    Tags:
    pobreza, PIB, Indec, FIEL, Clarín, FMI, Alejandro Warner, Cristina Kirchner, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik