23:18 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10412
    Nos siga no

    O caça Su-30SM será modernizado e se tornará um aparelho pesado de geração 4++, parte de um programa ambicioso de atualização de caças.

    De acordo com o portal norte-americano, Military Watch, a Rússia planeja ampliar a modernização dos esquadrões de caças Su-30SM para o padrão SM2.

    A atualização inclui a integração do radar Irbis-E e do motor AL-41 do Su-35, permitindo ainda implantar novos mísseis guiados e novas bombas de precisão Kh-59MK2 e KAB-250.

    Segundo o portal, a nova versão da aeronave contará com o mais recente sistema integrado de comunicação multicanal, partilha de dados, navegação e identificação usando tecnologias de última geração desenvolvidas para o Su-57, elevando suas capacidades de guerra eletrônica.

    Caças MiG-29 e Su-30SM das esquadrilhas acrobáticas Russkye Vityazi e Strizhi durante ensaio do desfile aéreo da Parada da Vitória
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    Caças MiG-29 e Su-30SM das esquadrilhas acrobáticas Russkye Vityazi e Strizhi durante ensaio do desfile aéreo da Parada da Vitória

    Além disso, espera-se que a aeronave inicie a implantação da mais nova classe de mísseis de cruzeiro antinavio, Kh-32, e permita que aeronaves e drones se comuniquem entre si, mantendo contato de alta velocidade com centros de controle no solo e se integrando a redes de combate modernas.

    A versão modernizada do Su-30SM contará com diversos componentes e equipamentos do Su-35, o que simplificará a manutenção da frota de ambos os tipos da caças, e consequentemente, reduzirá os custos.

    Mais:

    Caça russo Su-57 acaba com domínio americano em aviões de alta tecnologia, diz mídia
    Caça russo Su-27 escolta avião alemão sobre mar Báltico, informa Ministério da Defesa da Rússia
    Corporação russa MiG começa desenvolvimento de caça embarcado de 5ª geração
    Tags:
    avião de ataque, avião de combate, avião de assalto, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar