07:52 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3418
    Nos siga no

    Destróier de mísseis guiados USS Benfold, da Marinha dos Estados Unidos, transitou pelo estreito de Taiwan em conformidade com o direito internacional, anunciou nesta quarta-feira (28) a 7ª Frota dos EUA.

    "O destróier de mísseis guiados USS Benfold (DDG 65) da classe Arleigh Burke realizou uma passagem de rotina pelo estreito de Taiwan em 28 de julho (horário local) em águas internacionais, em conformidade com o direito internacional," lê-se no comunicado.

    A Marinha dos EUA sublinhou que o trânsito demonstra o compromisso de Washington de manter a região do Indo-Pacífico livre e aberta, adicionando que manterá suas operações onde o direito internacional o permita.
    ​Acima, abaixo e na superfície do mar, a Marinha dos EUA opera em qualquer lugar que a lei internacional permita. Em 28 de julho [horário local] o USS Benfold (DDG 65) realizou uma passagem de rotina pelo estreito de Taiwan, demonstrando o compromisso dos EUA com um Indo-Pacífico livre e aberto.

    Em junho, o Exército da China condenou a passagem de outro destróier da classe Arleigh Burke, o USS Curtis Wilbur, pelo estreito de Taiwan. O porta-voz do Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular (ELP) da China disse na ocasião, em referência ao caso, que essa ação minava deliberadamente a segurança regional e, ao mesmo tempo, prejudicava a paz e a estabilidade.

    O USS Benfold já tinha efetuado no início de julho uma missão no mar do Sul da China, também descrita pelo governo dos EUA como de liberdade de navegação. Pequim, por sua vez, condenou a passagem do navio de guerra, acusando os EUA de violação de direitos alheios.

    Mais:

    Pequim expulsa destróier dos EUA que navegava perto das ilhas Xisha, no mar do Sul da China
    Secretário do Interior australiano adverte sobre 'tambores de guerra' na região da Ásia-Pacífico
    Navio civil é suspeito de espionar China para militares dos EUA
    Tags:
    Estreito de Taiwan, Indo-Pacífico, China, EUA, mísseis guiados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar