07:32 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3825
    Nos siga no

    Os novos modelos substituirão os antigos mísseis de cruzeiro de lançamento aéreo que entraram em operação no início dos anos 1980, com uma vida útil de dez anos.

    O governo norte-americano concedeu US$ 2 milhões (R$ 10 milhões) à Raytheon Technologies Corporation, para o desenvolvimento e fabricação de um míssil de cruzeiro com ogiva nuclear.

    "A Raytheon Missiles and Defense Tucson, Arizona, recebeu um contrato de aproximadamente US$ 2 milhões [...] para a fase de desenvolvimento de engenharia e fabricação do Sistema de Armas de Dissuasão de Longo Alcance (LRSO, na sigla em inglês)", comunicou o Departamento de Defesa.

    De acordo com o contrato da Força Aérea dos EUA, a empresa produzirá a nova arma, um míssil de cruzeiro lançado do ar com capacidade dupla, nuclear e convencional, projetado para ter um alcance de 2.400 quilômetros.

    Conforme informações obtidas pela Bloomberg, a Força Aérea norte-americana pretende adquirir até 1.000 armas LRSO para substituir seus antigos mísseis.

    O míssil LRSO será transportado em diversas aeronaves, incluindo os bombardeiros B-52 e B-21.

    O Departamento de Defesa dos EUA comunicou que o programa LRSO busca desenvolver uma arma que possa penetrar e sobreviver aos sistemas integrados de defesa aérea, bem como perseguir alvos estratégicos.

    Mais:

    Bases norte-americanas no leste da Síria são atacadas com foguetes, relata mídia estatal; EUA negam
    Trump diz ser capaz de liberar os EUA da dependência energética do Oriente Médio e Rússia
    EUA roubaram 45 caminhões com petróleo e trigo da Síria para o Iraque, relata agência
    Tags:
    EUA, governo, governos, míssil, míssil balístico, míssil de cruzeiro, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar