05:23 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4510
    Nos siga no

    A Força Aérea dos EUA e a Boeing detectaram e estão tratando duas novas deficiências de Categoria I no avião de reabastecimento KC-46.

    As deficiências, que afetam os tubos de drenagem do reservatório de reabastecimento da aeronave e causam instabilidade no gerenciamento de voo, deverão ser tratadas às custas da Boeing.

    "O [escritório do programa] e a Boeing estabeleceram processos operacionais e procedimentos de manutenção para mitigar os impactos e garantir que os problemas não causem riscos extras ao pessoal, aeronave ou operações", afirmou o porta-voz da Força Aérea dos EUA, capitão Joshua D. Benedetti.

    As deficiências na linha de drenagem do reservatório de reabastecimento em voo criaram rachaduras em condições de baixa temperatura.

    Além disso, incidentes de instabilidade do Sistema de Gerenciamento de Voo durante as operações também foram constatados, segundo o portal Defense News.

    Para corrigir a falha no sistema de voo, a Boeing e a GE Aviation desenvolverão uma correção de software e procedimentos atualizados.

    Além dos problemas já mencionados, ainda há outras deficiências de Categoria 2, que não afetam a segurança de voo.

    Mais:

    Boeing 777 faz pouso de emergência em Moscou
    Boeing entrega oficialmente 1º caça F-15EX à Força Aérea dos EUA (VÍDEO)
    Boeing 777 da Malaysia Airlines desaparecido há 7 anos poderia estar no fundo do oceano Índico
    Tags:
    Boeing, Força Aérea dos EUA, Força Aérea, avião-tanque, avião militar, avião
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar