20:03 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3723
    Nos siga no

    Dois navios de guerra do Irã, o destróier Sahand e o avançado navio-base Makran, navegaram até o Atlântico em uma missão de 30 dias, a primeira da Marinha iraniana neste oceano.

    De acordo com o subcomandante do Exército iraniano, o contra-almirante Habibollah Sayyari, os dois navios do país chegaram ao oceano Atlântico após uma viagem de quase 9.700 quilômetros.

    As embarcações partiram do porto de Bandar Abbas no dia 10 de maio e cruzaram o cabo da Boa Esperança, sem atracar em nenhum porto durante o percurso.

    "A 77ª Frota Naval Estratégica da Marinha, composta pelo destróier Sahand e o navio Makran, está presente no oceano Atlântico pela primeira vez para demonstrar as capacidades do Irã na área marítima", anunciou.

    Ele também afirmou que a presença dos navios iranianos no Atlântico reflete a crença no direito inalienável da Marinha iraniana de navegar em águas internacionais.

    Além disso, ele observou que a Marinha está dedicada a proteger o território marítimo do Irã, seus recursos e interesses no mar.

    O Irã investiu substancialmente em tecnologia naval de produção nacional nos últimos anos em meio às crescentes tensões com os EUA, Israel e seus aliados ocidentais.

    Em fevereiro, o Irã implantou 340 novas lanchas rápidas capazes de lançar mísseis.

    Mais:

    Falha em sistema de ejeção durante decolagem de caça F-5 deixa 2 pilotos mortos no Irã
    Aproximação entre rivais regionais: como Irã e Arábia Saudita podem retomar laços diplomáticos?
    Irã não responde sobre vestígios de urânio encontrados em instalações e gera preocupação na AIEA
    Tags:
    Irã, Marinha, Marinha do Irã, navios, navios de guerra, oceano Atlântico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar