23:50 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5672
    Nos siga no

    O Centro de Pesquisa Keldysh da agência espacial russa Roscosmos planeja utilizar para objetivos militares sua nave espacial com propulsor de energia nuclear Zevs, de acordo com documentos do centro obtidos pela Sputnik.

    Informa-se que este orbitador, destinado inicialmente para voos à Lua e planetas do Sistema Solar, poderia rastrear o céu e detectar objetivos aéreos a partir da órbita e transmitir informação a sistemas de defesa antiaérea.

    O Centro Keldysh afirma que o Zevs poderia monitorar uma área com um raio de 2.200 e 4.300 quilômetros utilizando equipamentos de radar, cuja potência varia entre 50 e 200 quilowatts.

    Com a potência máxima, os radares incluirão toda a Rússia e algumas partes dos países vizinhos.

    Está previsto que o desenvolvimento do projeto preliminar da nave esteja concluído até julho de 2024. A criação de elementos do rebocador nuclear com base no módulo de transporte com gerador nuclear tem decorrido na Rússia desde 2010.

    De acordo com a apresentação do primeiro vice-diretor da Roscosmos, Yuri Urlichich, em janeiro de 2020, planeja-se colocar a instalação em órbita em 2030 para realização de testes de voo. Depois disso, planeja-se começar a produção em série e uso comercial deste tipo de nave.

    Mais:

    Roscosmos descobre maneira de impedir satélites espiões de vigiar Rússia
    EUA podem enviar arma termonuclear ao espaço usando Marte como pretexto, segundo chefe da Roscosmos
    Comando Espacial dos EUA e Roscosmos russa acompanham estágio do foguete chinês Longa Marcha-5B
    Tags:
    planetas, Roscosmos, espaçonave, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar