06:31 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3411
    Nos siga no

    O Pentágono vai em breve enviar ao Congresso norte-americano, sob a Lei de Autorização de Defesa Nacional (NDAA, na sigla em inglês) de 2020, recomendações para a criação de uma Guarda Nacional Espacial.

    Atualmente, agentes da Guarda Nacional realizam missões espaciais em sete estados dos EUA e no território de Guam.

    Na terça-feira (4), o general Daniel Hokanson, chefe do Gabinete da Guarda Nacional dos EUA, revelou que o Pentágono está "muito perto" de finalizar as recomendações para a criação de uma entidade formal da Guarda Nacional Espacial, no quadro da Força Espacial dos EUA.

    "Entre minhas preocupações mais urgentes [está] o estabelecimento de uma Guarda Nacional Espacial", afirmou o chefe do Gabinete da Guarda Nacional.

    Hokanson também destacou que as unidades aéreas da Guarda Nacional e do Exército já estão fornecendo à Força Espacial dos EUA (USSF, na sigla em inglês) aproximadamente 11% de suas forças.

    "Durante 25 anos, as unidades espaciais da Guarda Nacional têm fornecido capacidade operacional, proteção contra a guerra e equipamentos para proteger os interesses vitais de nossa nação neste domínio contestado", afirmou.

    Atualmente, a Guarda Nacional conta com 14 unidades espaciais ao todo, localizadas no Alasca, Califórnia, Colorado, Flórida, Havaí, Nova York, Ohio e Guam, segundo o portal Military.com.

    De acordo com a lei NDAA, os EUA não podem estabelecer uma Guarda Nacional Espacial ou Reserva Espacial da USSF até que estas recomendações sejam aprovadas pelo Congresso.

    Mais:

    Ficção científica? Microchip e filtro de sangue são propostas do Pentágono para combater pandemias
    Biden pede que Congresso aloque US$ 715 bilhões ao Pentágono para 'conter' Rússia e China
    Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono
    Tags:
    Departamento de Defesa dos EUA, Pentágono, Força de Defesa Aeroespacial, aeroespacial, Guarda Nacional, força espacial, eua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar