00:01 29 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4441
    Nos siga no

    A Marinha brasileira criou o novo Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas de Esclarecimento, que será subordinado ao Comando da Força Aeronaval, com sede na cidade de São Pedro da Aldeia, Rio de Janeiro.

    A criação foi publicada no dia 30 de março no Diário Oficial da União, sob a Portaria nº 90/MB/MD, de 29 de março de 2021, segundo a Marinha do Brasil. 

    Heráldica e Bolacha do 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas de Esclarecimento
    Heráldica e Bolacha do 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas de Esclarecimento

    O 1º Esquadrão de Aeronaves Remotamente Pilotadas de Esclarecimento (EsqdQE-1) deverá contribuir com o processo decisório de planejamento e emprego do Poder Naval por meio de Aeronaves Remotamente Pilotadas.

    ScanEagle da Marinha do Brasil
    ScanEagle da Marinha do Brasil

    Além disso, sua criação deverá ampliar a capacidade operacional dos navios da Marinha em missões de reconhecimento, vigilância e inteligência.

    Mais:

    O ideal para Marinha do Brasil seria dispor de 2 porta-aviões, avalia analista militar
    Marinha do Brasil presta assistência à corveta de Bangladesh atingida por explosão no Líbano (FOTOS)
    Patrulha das Marinhas do Brasil e da França notifica 4 embarcações no norte brasileiro (FOTO)
    Tags:
    Brasil, Marinha, esquadrão, drone, navios, aeronaves, veículo aéreo não tripulado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar