12:09 16 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5493
    Nos siga no

    No dia 25 de março, a Coreia do Norte lançou um "novo tipo de projétil tático guiado", que aparentemente é uma versão maior do KN-23.

    O KN-23 tem a capacidade de atingir alvos a baixas velocidades hipersônicas, de uma forma similar ao míssil russo Iskander.

    Além disso, ele foi projetado com alta manobrabilidade, capacidade de seguir trajetórias complexas e diversas contramedidas que dificultam a sua detecção, ressalta a revista norte-americana Military Watch.

    A revista também destaca que, provavelmente, o novo míssil tem as mesmas capacidades do KN-23, contudo, pode carregar uma ogiva maior e teria maior alcance, estimado em 850 quilômetros.

    Os novos projéteis utilizam combustível sólido, que reduz consideravelmente o tempo de lançamento, e uma ogiva de 2,5 toneladas, além de contarem com veículos de lançamentos de grande mobilidade, dificultando sua detecção.

    De acordo com a agência de notícias estatal norte-coreana, KCNA, citada pela Military Watch, a Coreia do Norte possui um dos maiores arsenais de mísseis balísticos do mundo, incluindo três classes de mísseis com alcance intercontinental.

    Mesmo assim, o país segue avançando no desenvolvimento de armas, criando mísseis de elevada confiabilidade, destinados a combater assimetricamente as forças norte-americanas.

    Mais:

    Mídia: EUA tentam desde fevereiro estabelecer contato com Coreia do Norte, mas o país não responde
    Coreia do Norte adverte que não haverá diálogo enquanto houver 'política hostil' de Washington
    Coreia do Norte adverte EUA a não espalharem 'cheiro' de pólvora se quiserem 'dormir em paz'
    Tags:
    Coreia do Norte, míssil de cruzeiro, míssil teleguiado, míssil balístico, míssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar