20:22 12 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 234
    Nos siga no

    Os entusiastas militares chineses foram alertados para não se tornarem alvo das agências de inteligência estrangeiras, colocando em risco informações classificadas do Exército de Libertação Popular (ELP) da China.

    Além disso, o governo chinês suspendeu diversos perfis pessoais de entusiastas militares, como, por exemplo, mostrando armas que ainda não entraram em serviço e fazendo com que as agências de inteligência estrangeiras obtivessem dados importantes sem qualquer dificuldade, segundo o jornal Global Times.

    "Incidentes similares já ocorreram muitas vezes e devem servir de alerta para todos internautas, particularmente os entusiastas militares", indica a nota do Ministério da Defesa da China, citada pelo Global Times.

    Atualmente, a Internet se tornou a maior fonte de inteligência, e alguns entusiastas militares e blogueiros que cobrem tópicos relacionados podem se tornar ferramentas de agências de espionagem estrangeiras sem saber, alertou Jun Zhengping Studio, comentarista do PLA Daily.

    "Independentemente de ser intencional ou não, o vazamento de informações classificadas na Internet vai prejudicar o país e potencialmente levará a penas de prisão", disse ele.

    Quase todos os entusiastas militares são fortes apoiadores da defesa nacional e do desenvolvimento militar, portanto eles precisam ter um forte sentido de confidencialidade, disse.

    Desta forma, para preservar a proteção de informações classificadas, o governo chinês já suspendeu diversas contas na rede social Sina Weibo, reportando que o perfil teria violado as leis, regras e códigos de conduta da Weibo.

    Mais:

    Massivas tempestades de areia abalam países do golfo Pérsico, China e Mongólia (FOTOS, VÍDEOS)
    Exército da China ganha novo míssil antitanque instalado em veículos de assalto (VÍDEO)
    Chancelarias de EUA e França trocam impressões sobre China, Irã e Rússia
    China planeja substituir caças J-7 por modelos avançados de última geração, diz mídia
    Tags:
    China, inteligência militar, inteligência, espionagem, forças militares, bases militares, militares, Internet
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar