11:55 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    152
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (16), o Ministério da Defesa israelense anunciou a conclusão de uma modernização do sistema de defesa antiaérea Cúpula de Ferro para lidar com um conjunto adicional de ameaças aéreas.

    O sistema israelense foi desenvolvido para interceptar foguetes e mísseis de curto alcance e já abateu aproximadamente 2.500 projéteis disparados a partir da Faixa de Gaza desde que foi implantado há uma década.

    De acordo com o governo israelense, os testes do novo sistema ocorreram em um polígono no sul do país, contando com a participação da Força Aérea.

    "Trinta anos após a Primeira Guerra do Golfo, que contribuiu para criar a Organização de Defesa de Mísseis de Israel [IMDO], e 10 anos após a primeira interceptação operacional do Cúpula de Ferro, demos um passo significativo nas capacidades tecnológicas do sistema", afirmou o diretor da IMDO, Moshe Patel.

    Durante os testes, os sistemas interceptaram e eliminaram diversos tipos de alvos e ameaças, como drones, foguetes e mísseis.

    "No terceiro teste conduzido há alguns meses, o sistema Cúpula de Ferro demonstrou excelentes capacidades contra ameaças emergentes, incluindo a interceptação com sucesso de salvas de foguetes e mísseis, bem como interceptando múltiplos drones simultaneamente", ressaltou.

    Patel também afirmou que o novo sistema Cúpula de Ferro seria implantado na Força Aérea e Marinha israelenses em um futuro próximo.

    A Organização de Defesa de Mísseis de Israel (IMDO), é uma divisão da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Defesa de Israel.

    Mais:

    Defesa do Irã para Israel: 'Arrasaremos Tel Aviv e Haifa até o chão' se Teerã for atacada
    Índia aponta Irã como responsável pelo ataque perto da Embaixada de Israel em Nova Deli
    Ministro israelense confirma intenção de Israel de anexar partes da Cisjordânia
    Tags:
    Israel, Cúpula de Ferro, sistema de defesa antiaérea, sistema de defesa aérea, sistema de defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar