22:51 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9812
    Nos siga no

    Submarino nuclear Severodvinsk, do projeto 885 Yasen, será o primeiro submarino russo a disparar mísseis hipersônicos Tsirkon, incluindo realização de lançamento debaixo d'água, informou à Sputnik fonte da indústria de defesa do país.

    "O submarino Severodvinsk realizará até o final deste ano pelo menos um lançamento de Tsirkon de uma posição emersa e no mínimo um lançamento de posição submersa. A série de lançamentos a partir do Severodvinsk deve completar os testes estatais do sistema de mísseis, depois do que será tomada a decisão sobre colocação do míssil em serviço tanto em navios de superfície como em portadores submarinos", comentou fonte.

    O interlocutor acrescentou que anteriormente tinham sido efetuados disparos de mísseis Tsirkon a partir de plataformas submersíveis simulando lançamentos de submarinos desde uma posição submersa.

    A fonte não especificou as datas dos testes subaquáticos anteriores nem as datas dos disparos previstos.

    Fragata Admiral Gorshkov realizando disparo de míssil hipersônico Tsirkon
    © Sputnik / Serviço de Imprensa do Ministério da Defesa da Rússia
    Fragata Admiral Gorshkov realizando disparo de míssil hipersônico Tsirkon

    Vantagens evidentes do Tsirkon

    Por sua vez, o capitão submarinista Vladimir Mamaikin salientou que as entregas de mísseis Tsirkon aos militares proporcionarão vantagens incontestáveis.

    "O hipersom é uma velocidade superalta, interceptar tais mísseis não é apenas muito mais difícil, em alguns casos é simplesmente impossível. Quando você recebe uma arma que o possível adversário não tem, você torna-se mais forte. Ser forte e poderoso é sempre muito importante para as Forças Armadas. Possuímos um míssil que é invulnerável aos meios de defesa antiaérea do provável adversário. Isso significa que ele [míssil] vai cumprir as tarefas definidas: alcançar o alvo e atingi-lo. Tem sido feito um grande trabalho", disse o militar.

    Com alcance máximo de até mil quilômetros, o Tsirkon pode atingir velocidade máxima de Mach 9, ou seja, cerca de 11.000 km/h. Após o fim do ciclo de testes em 2020 e 2021, Tsirkon deve ser entregue à Marinha russa em 2022.

    Mais:

    Rússia está construindo base para abrigar drones subaquáticos nucleares Poseidon
    Eliminação certa: submarinos russos serão 'ensinados' a mirar alvos com mísseis Tsirkon
    Portador da arma do Juízo Final: Rússia está terminando construção do maior submarino do mundo
    Tags:
    Projeto 885 Yasen, armas hipersônicas, míssil hipersônico, Rússia, submarino nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar