02:21 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2250
    Nos siga no

    A China concluiu recentemente a construção da linha de produção de um motor de terceira geração e média potência para aeronaves.

    Especialistas afirmaram ao jornal Global Times que, com isso, a China pode passar a produzir aviões em grandes quantidades sem depender da importação de motores.

    A Aviation Power Co, ligada à empresa estatal Aero Engine Corp of China (AECC) é responsável pelo desenvolvimento e produção dos motores de média potência.

    Apesar de a empresa não ter revelado maiores detalhes sobre o motor, especialistas militares chineses especulam que se trata do motor WS-13, que poderá ser utilizado nos caças JF-17, um projeto desenvolvido em conjunto com o Paquistão, bem como no segundo caça furtivo do gigante asiático, o FC-31.

    A construção da linha de produção mostra que a China segue avançando na produção aeroespacial, além de elevar a capacidade do país de produzir motores em grande quantidade, bem como aeronaves.

    Recentemente, a China anunciou um teste bem-sucedido de interceptação antimíssil a partir de terra, destruindo uma "ogiva nuclear" no meio de sua trajetória, antes que esta pudesse causar danos no solo, demonstrando que o país está elevando suas capacidades em todos os setores da Defesa.

    Vale ressaltar que o país tem a maior capacidade de construção naval do mundo, estando a produzir simultaneamente duas novas classes de submarinos avançados, de ataque nuclear e de mísseis balísticos, segundo a revista norte-americana Military Watch.

    Mais:

    Caça chinês J-11 surge em FOTO com míssil desconhecido
    China demonstra avançado caça J-20 em treinamentos de combate (VÍDEO)
    Por que China tem tido dificuldade em desenvolver caças furtivos?
    Tags:
    China, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque, motores, motor
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar