16:48 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4162
    Nos siga no

    Após os destróieres norte-americanos USS Donald Cook e USS Porter entrarem no mar Negro, a fragata russa Admiral Makarov realizou um exercício de combate na região.

    Ainda no último dia 23, o destróier da classe Arleigh Burke USS Donald Cook havia entrado no mar Negro, atraindo de forma imediata a atenção dos militares russos, que acompanharam o movimento da embarcação americana.

    Na noite desta quinta-feira (28), foi a vez do USS Porter entrar na mesma região e se juntar ao Donald Cook.

    Fragata Admiral Makarov no fundeadouro de Baltiysk, região de Kaliningrado
    © Sputnik / Igor Zarembo
    Fragata Admiral Makarov no fundeadouro de Baltiysk, região de Kaliningrado

    Seguindo os eventos, a fragata russa Admiral Makarov iniciou um exercício de combate na região.

    "Os militares da unidade de artilharia e mísseis do navio realizaram um exercício de prontidão de combate, tendo treinado os procedimentos de realização de combate naval com utilização de um alvo convencional", informou a Frota do Mar Negro da Rússia.

    Na ação, os sistemas de defesa antiaérea da fragata detectaram um alvo simulado, com o qual os militares combateram utilizando contramedidas ativas e passivas e meios de guerra eletrônica.Também foi informado que a embarcação deverá realizar exercícios em conjunto com o sistema de defesa costeira Bastion da frota.

    A passagem de navios de guerra dos EUA no mar Negro ocorre com frequência. Embora Moscou afirme que tal ação afeta a estabilidade regional, os EUA defendem a ideia da abertura do estreito de Dardanelos para a livre navegação.

    Mais:

    Corveta israelense surge com duplo sistema Cúpula de Ferro em meio à tensão com Irã (FOTOS)
    Irã volta a ameaçar Israel com destruição caso Tel Aviv 'cometa erros'
    'Independência de Taiwan significa guerra', alerta Ministério da Defesa da China
    Tags:
    Marinha dos EUA, Marinha da Rússia, exercício militar, exercício naval, Mar Negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar