22:59 08 Março 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    15473
    Nos siga no

    As autoridades dinamarquesas criaram uma comissão para verificar as informações de que Washington teria pressionado Copenhague para lhe vender os caças F-35.

    O escândalo de espionagem já custou os cargos dos líderes do Serviço de Inteligência Estrangeira, enquanto a oposição acusa as autoridades de negligenciar os interesses da população dinamarquesa, segundo canal de TV público suíço SRF.

    Na Dinamarca, o escândalo em torno dos caças F-35 continua crescendo, tanto que as autoridades do país e as mídias suspeitam de que Washington teria realizado atos de espionagem e pressão, que resultariam na preferência pelos aviões norte-americanos.

    O canal SRF ressaltou que, atualmente, a Suíça está considerando a possibilidade de obter praticamente os mesmos caças que a Dinamarca comprou há cinco anos.

    Caça F-35 dos EUA
    © Foto / Pixabay / 272447
    Caça F-35 dos EUA

    Em 2014, foi revelado que havia um acordo de monitoramento de tráfego na Internet entre os serviços especiais da Dinamarca e dos EUA, com a condição de que as fontes de informações dinamarquesas não fossem interceptadas.

    De acordo com os dinamarqueses, através das fontes de informações, os norte-americanos poderiam influenciar o Serviço de Inteligência Militar da Dinamarca, interferindo na decisão do governo do país com relação à compra dos caças F-35.

    Para a oposição dinamarquesa, o país colocou os interesses norte-americanos à frente dos interesses da população do país.

    "Até o momento, o governo não comentou o assunto. Mas está claro que, nos últimos quatro ou cinco anos, os norte-americanos tinham possibilidade de interceptar todas as fontes dinamarquesas", afirma Bruno Kaufmann, correspondente do SRF.

    Mais:

    Espionagem privatizada: aviões civis realizariam reconhecimento para EUA na costa chinesa
    Espionagem: Marinha brasileira usou criptografia de empresa controlada pela CIA, diz jornal
    Espionagem: descoberta mais uma empresa suíça de criptografia que fornecia dados para EUA e Alemanha
    Tags:
    espionagem, Dinamarca, EUA, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar