12:43 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    4111
    Nos siga no

    Um avião de combate A-10 Thunderbolt da Força Aérea dos EUA largou acidentalmente um projétil durante um voo de treinamento na Coreia do Sul. Até o momento ninguém sabe onde a munição foi parar, segundo o portal Stars and Stripes.

    A aeronave de ataque ao solo, do 25º Esquadrão de Caça, largou um projétil não explosivo e não guiado durante o treinamento do dia 13 de outubro sobre uma "área remota", informou ao portal Task & Purpose o porta-voz da 51ª Ala de Caça.

    Ainda não há informações sobre o tipo de munição usado durante o treinamento, bem como onde foi parar o projétil, contudo, militares norte-americanos afirmaram que "não houve uma ameaça significante para ninguém".

    Avião A-10 Thunderbolt II participando dos exercícios militares da Força Aérea da Guarda Nacional dos EUA
    © Foto / Public domain/Master Sgt. Joshua Allmaras
    Avião A-10 Thunderbolt II participando dos exercícios militares da Força Aérea da Guarda Nacional dos EUA

    No momento, as causas do incidente na Coreia do Sul estão sendo investigadas e medidas adicionais de segurança foram tomadas para que o caso não se repita, segundo o portal Stars and Stripes.

    Esta não é a primeira vez que os norte-americanos enfrentam um problema envolvendo o Thunderbolt e suas munições durante treinamentos. No ano passado, duas aeronaves estiveram envolvidas em incidentes semelhantes nos EUA.

    O A-10 Thunderbolt II foi construído para apoio aéreo próximo e está em serviço desde 1970.

    Mais:

    Força Aérea e Marinha dos EUA conduzem exercícios conjuntos no mar Negro (VÍDEO)
    Cachorros-robôs que ajudam a detectar adversários participam de exercícios da Força Aérea dos EUA
    Força Aérea dos EUA e DARPA testam 2 avançados protótipos de mísseis hipersônicos
    Tags:
    Coreia do Sul, EUA, voo, treinamento militar, treinamento, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar