17:59 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2443
    Nos siga no

    O portal The Drive enalteceu o complexo tático-operacional soviético Utyos de mísseis antinavio.

    O portal norte-americano destacou as cenas de um vídeo, onde o complexo surge lançando mísseis antinavio 3M44 Progress e interceptando com êxito o sistema de defesa antiaérea da fragata Admiral Grigorovich.

    O veterano complexo Utyos, ou Objeto 100, compreendia uma série de bunkers e lançadores de mísseis subterrâneos armados com o P-35, uma variante do míssil Shaddock da década de 1950 que armava navios de superfície e submarinos soviéticos. Com um alcance de cerca de 200 quilômetros, o Shaddock, de dez metros de comprimento, era um grande aniquilador de navios movido a turbojato.

    Após algumas modificações, o complexo recebeu mísseis de terceira geração 3M44 Progress, com alcance efetivo de até 460 quilômetros.

    Hoje em dia, o complexo não é tão eficaz quanto os mais modernos Bastion e Bal, mas ainda é muito apreciado pela Marinha russa.

    Depois que a Crimeia passou a fazer parte da Rússia através de referendo em 2014, a Associação de Pesquisa e Produção de Construção de Máquinas, parte da Companhia de Mísseis Táticos, começou a reformar complexos Utyos, que ganhou de volta o status militar.

    No dia 5 de junho de 1957, o Objeto 100 conduziu o primeiro disparo usando mísseis guiados S-2. Depois de concluir todas as verificações, em 30 de agosto de 1957, o complexo foi colocado em operação.

    Mais:

    Avançado sistema de radar móvel detecta mais de 50 alvos aéreos durante exercícios na Rússia (VÍDEO)
    Sistemas russos Iskander-M e Tochka-U lançam mísseis contra 'alvos inimigos' (VÍDEO)
    Armênia anuncia em que caso usará sistemas de mísseis russos Iskander em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Rússia, sistema de defesa costeira, sistema de defesa aérea, sistema de mísseis, sistema de defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar